Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

sexta-feira, 5 de junho de 2009

FAZER NADA

As confusões são muitas
FAZER NADA
Qual de nós está livre de toda e qualquer necessidade?
Basta um instante para que sintamos necessidade de fazer seja lá o que for. Por isso é que fazer nada simplesmente não existe. Para fazer nada é preciso que haja referência que crie relação com este fazer, com este nada. O nada por si só parece não existir nem no além vida. Por isso mesmo é que concluo não haver como fazer tudo. Fazemos o que podemos, o que nos é possível fazer. E como se isso não bastasse percebo que quando penso em fazer nada, o que faço é não perceber o fazer que acontece num instante que não tem nada a ver com o fazer nada.
Belo Horizonte, 05 junho 2009
CHUVA ESPERANÇA
O corpo é assim mesmo, o espírito é assim mesmo, tudo é assim mesmo. Noite dia inteiro de chuva água que esfria o corpo que quer calor do fogo. Uma vela acesa para iluminar espírito do corpo, cavalo Noturno descansando de tanta andança. Sim, porque idéias andam caminham pelo abstrato tão transparente quanto a água chuva ruído que parece conversar com a disposição do sono carinho de tantas intenções. São sonhos nos cascos do cavalo Noturno que dorme no meio do dia domingo nublado.
A viagem da expectativa hoje agora é silencio de uma esperança que dorme sem dormir em divagações que andam, cavalgam e entornam chuva que alimenta o chão dessa caminhada.
Belo Horizonte, 11 Dezembro 2005

7 comentários:

MagyMay disse...

Fazer nada não existe...acho eu
Até a Paz de nada fazer meditando é fazer algo

Bom fim de semana, para esse lado do mar

Eneida disse...

Ah, gostei!
Detesto o "fazer nada"!
Sou muito agitada, e estou sempre fazendo alguma coisa!
Beijo!

Érica disse...

O nada é um vazio, um buraco. Não dá mesmo pra existir um nada em uma vida.
Adorei a reflexão. Faz todo sentido.
Parabêns.
Beijos

Cleo disse...

Bah, que confusão. O melhor é parar mesmo e não fazer nada....rsrsrs. mas isto é impossível para uma mente sempre fértil em idéias né Cadinho?
E o cavalo Noturno? adorei o nome
Beijos de sexta-feira prá ti.
Cleo

Xana disse...

acho que hoje já fiz tudo o que estava para fazer , apesar de se quizesse haveria muito mais...mas hoje não vou fazer mais nada ...quer dizer :) ainda falta o jantar rsrsrsrsr

bom fim de semana

Ana Lúcia Porto disse...

Olá Cadinho...!!
Desculpe-me se estive ausente... Não estou com tempo para por em dia meu blog e, sequer, comentar para os demais.
Gostei desse "não fazer nada", não existe...!!
Bjs,
Ana Lúcia.

Mariana disse...

Ótimo final de semana.
Beijo