Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

quinta-feira, 18 de junho de 2009

PRESENÇA DELA

Tem dia que acordo estranho
Na coluna ao lado clique no selo Tattoo e conheça esta que é uma banda que vai dar o que falar. Confira
PRESENÇA DELA
Acordo com sensação de outro lugar.
Talvez no meio do mar. Mas não no mar revolto e salgado por cardumes infindos de vidas tantas a vagarem por todos os cantos.
Acordo com sensação de estar diante de uma janela. Talvez alguma escotilha de um barco navio embarcação qualquer.
Acordo com a sensação de estar em um mar de ondas encarnadas por ela a absorver toda luz da janela, ou escotilha, em graciosos movimentos de carícia.
O nosso cheiro, o nosso beijo, o nosso abraço.
No mar do amor acordo com a sensação de possuir e ser possuído por seus olhos refletidos por tanta ternura.
Acordo com a sede dessa saudade que da ausência busca presença dela.
Belo Horizonte, 18 junho 2009
POEIRA CÓSMICA
O contorno do mar na terra praia continente. Velho mundo, novo mundo.
Mar entornado na escura curva planeta esfera água terra e gente que é todo mundo, cada um de nós. Estamos todos aí aqui dando voltas e mais voltas por esse espaço.
Poeira cósmica, nuvens de muitos desenhos formas leves graciosas. É espuma que não é, algodão que não é. Vapor de arte própria buscando vontade em querer pisar mergulhar banhar corpo inteiro em sua maciez que é só ilusão. Eu aí aqui no mundo.
Belo Horizonte, 21 março 2006

24 comentários:

Cleo disse...

Poeira cósmica me lembrou Stardust, sabe aquela música? Poeira de estrelas, acho linda, com a Fafá de Belém "as vezes sonho com você numa canção, que trai minha emoção..."
que esta escotilha no sonho te leve para os braços dela então.
Beijos.
Cleo

Cleo disse...

Esqueci de comentar, tuas telas aqui expostas estão lindíssimas.
beijos de novo

elvira carvalho disse...

Ás vezes acordamos assim...Outras imigramos para lá e não acordamos mais.
Um abraço

C. disse...

Eu li dia desses que a ausência é ´o amore que fica`. Depois de uma presença marcante, é de se entender.

Avassaladora disse...

Vc, assim falando do querer, da paixão, da saudade, faz-me crer que o amor pode tocar seu coração...

Gosto de vc assim, mas amante do amor...rs


Beijos!

Raquel disse...

Lindo, como sempre, Cadinho!

Érica disse...

A saudade é a falta que se faz presença em lembranças de momentos, vividos ou não. Eu tenho lembranças do que não vivi, de beijos que não dei, abraços que não senti. A saudade é inspiradora, e ajuda a criar escritas tão lindas quanto está que acabei de ler.
Beijos

Aline Kamaroff. disse...

Caro,
Obrigado pela visita e pelo comentário.
Volte sempre.

rouxinol de Bernardim disse...

Poeira cósmica ... mas da boa! excelente qualidade!

Clara disse...

primeiro quero agardecer pela sua visita e comentario fiquei muito tempo refletindo sobre ele.
E os seus textos são lindos assim como suas telas.
um abraço.

Ana Lúcia Porto disse...

Cadinho,
Embora agora mas em tempo...
Parabéns pelos seus 35 de afinidades com as palavras...!! Manter a chama acesa de nossos corações é manter-se jovial, sempre acima do mero cotidiano, portanto, continue com essa sabedoria...
Beijos,
Ana Lúcia.

Mariana Dore disse...

Tambem gostei das pinturas...
=***

;D

Casal do Arrocha disse...

Passando pra te deixar um cheiro...
Bjs...

Izi disse...

oi,

sou a Izinha do blog magicoolhar, vou tirá-lo do ar e estou substituindo pelo "Simples, assim..."

te espero...
mil beijos!

Claudinha ੴ disse...

Lembrei-me de Stardust, assim como a Cleo, na voz magnética de Nat King Cole... Ou mesmod e Rod Stwart recentemente. Belas poesias!
Beijo.

Dois Rios disse...

"Acordo com a sede dessa saudade que da ausência busca presença dela."

Lindo isso. Uma verdadeira poesia.

O amor tem o dom de embelezar as palavras.

Beijo,
Inês

Adriana Godoy disse...

Essas imagens são belas, as sensações agradam, a beleza se faz(imagens e texto). Gostei muito. Abraço.

Daniel Savio disse...

Ter amor sempre é bom...

Mas concordo que num lugar especial tem um que melhor...

Somos mesmo todos poeiras do cosmo, mas o pessoal esquece que podemos nos tornar algo melhor mesmo sendo poeira...

Fique com Deus, menino Cadinho.
Um abraço.

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

A saudade adoça as lembranças!

Até.

Jota Cê

Mamis disse...

Eu sempre te visito, nem sempre comento, mas vc é sempre muito interessante!

Deise Leal disse...

Uau, que lindo!! Arrasou, amigo. Quase senti cheiro de mar vindo pela janela.
obrigada pela visita, apareça sempre.
beijos, poeta!

Ana Maria disse...

Amigo, como é delicioso sentir essas sensações.
Tenha sonhos deslumbrantes.
Beijinhos de boa noite.

luluonthesky disse...

Lindos poemas...
Big Beijos

Carlos Caldas disse...

Meu caro, gostei do blog, textos e imagens. Muito bom!