Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

quinta-feira, 9 de julho de 2009

DO QUE QUERO

Com o passar do tempo...
DO QUE QUERO
Tem muita coisa que posso fazer, mas já tem muita coisa que já não dou conta de fazer.
Tem muita coisa que quero fazer e muita coisa que já não me interessa mais fazer. O que por muitas vezes termina por nos colocar em situações estranhas e direi até desagradáveis.
Hoje sinto até com alguma facilidade muito do que me faz bem e muito do que para mim simplesmente não presta. Por isso é que evito aborrecimentos e que estou sempre à procura do que de fato traz sentido que quero em mim e para mim.
Belo Horizonte, 09 julho 2009
AÍ SABEREMOS
Já que a vida sempre surpreende, nada mais sensato do que esperar. Não importa saber se será isto ou aquilo outro. Não importa saber se será hoje ou amanhã. Não importa também ficar questionando resmungando fazendo planos.
Melhor esperar mesmo sabendo que quando menos estivermos esperando, eis que acontecerá o que tiver de acontecer. Aí saberemos se estamos contra ou a favor dos acontecimentos, ou do que queremos que aconteça.
Belo Horizonte, 25 julho 2006

12 comentários:

Vivian disse...

...bom dia querido lindo!

eu tbm aprendí a observar
e cuidar somente das coisas
que realmente me trazem o bem
e a paz de espírito.

o resto deixo andar...

bjbj, moço bunitu

Adao Braga & Kaio Borges disse...

Gostei da reflexão e concordo com esta sóbria posição! Com o tempo a sabedoria sobrepoe a impetuosidade jovem

Karen disse...

'Já que a vida sempre surpreende, nada mais sensato do que esperar. Não importa saber se será isto ou aquilo outro. Não importa saber se será hoje ou amanhã. Não importa também ficar questionando resmungando fazendo planos.
Melhor esperar mesmo sabendo que quando menos estivermos esperando, eis que acontecerá o que tiver de acontecer. Aí saberemos se estamos contra ou a favor dos acontecimentos, ou do que queremos que aconteça.'

ADOREI. Simplismente perfeito! :D
Obrigado pela visita, querido! Beijos.

Bandys disse...

Cadinho,

Vamos ficando mais seletivos pras coisas que realmente nos tras paz de espirito.

Um beijo

Renata Braga disse...

Tenho pensado muito nisso Cadinho....

E acho mesmo que ficamos seletivos com o tempo... e isso é muito bom...


Bejosssss

HSLO disse...

Concordo...ficamos seletivos ao longo do tempo.

Abraços amigo

Tetê disse...

meu Rei!

quando mais jovem, se questionada sempre sabia o que não queria pra pra mim, como referencial àquilo que queria...
hj, cá na envelhecência, determino com
clareza suficiente do que quero e do que não quero!

pena é saber, que as experiências é que nos proporcionam as certezas da vida.

pena, saber...


bjooo!

Anna e Cesar disse...

Boa noite, amigo!!
Com o passar do tempo, é natural que em dado momento nos voltemos para dentro de nós mesmos, busquemos aquilo que alimenta não apenas o corpo, mas a alma, o espírito e selecionemos aquilo que achamos ser o melhor para nós.
Belo o que escreveu, amigo!
Tenha um excelente final de semana!

Ana Lúcia Porto disse...

Verdade, quando aprendemos a nos cuidar e a nos respeitar, somos mais felizes.
Sim, deixar o tempo nos presentear e, então, sabermos se estamos ou não preparados para tais acontecimentos, é agir de maneira sábia.
Parabéns pelos dois textos...!! Tudo a ver...
Beijos,
Ana Lúcia.

Natália disse...

São tantas que nem sei por onde recomeçar.
Obrigada por aparecer no meu mundo.
ps: volte sempre que sentir saudade!

Jeannie D. disse...

Aprender a esperar é uma coisa tão detestávelmente difícil mas tão necessária. Pior que esperar alguém com hora marcada, é esperar aquilo que nunca saberemos se realmente virá.
Belas palavras!

S* disse...

Eu observo sempre muito bem aquilo que me rodeia para tomar decisoes mais conscientes.