Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

quarta-feira, 15 de julho de 2009

FORÇA DO AMOR

Um belo dia o que parecia ser passa a não ser
FORÇA DO AMOR
Chega a ser impressionante a insistência de quem tanto despreza quanto culpa o amor por aquilo que se coloca literalmente estranho ao próprio amor.
Quando então passamos a acreditar nas simulações que construímos eis que nos tornamos parte dessa simulação. O amor não combina co a simulação, é estranho a ela. Por isso é que por muitas vezes o amor passa a ser desprezado, vilipendiado e até maltratado.
Não há nada que supere a força do amor que em muitas ocasiões poderá surgir como inoportuno, idiota, imbecil, ou até como li dia desses: “babaca”.
Mas o fato é que ainda assim, não há nada que supere a força do amor.
Belo Horizonte, 15 julho 2009
ARREBENTAÇÃO
Olhou-me trazendo ao raso do meu olhar o fundo dos seus olhos. Percebi sua presença faceira respirando em meu coração.
Ela no estrangeiro do meu viver.
Eu na anônima solidão do sonho.
Olhos olhares transmitidos por distância tão transparente.
Preso pelo libertar de tão forte sentimento, a frágil sensação de perceber sua imagem tão perto de mim.
Onda desmancha na praia, mais um pedaço do mar.
Belo Horizonte, 26 agosto 2006

18 comentários:

Giane disse...

Oi, Cadinho.

Não consigo lembrar onde li a seguinte frase: "Cartas de Amor são sempre ridículas. Não seriam de Amor se não fossem ridículas."

Pode mesmo ser ridículo expressar tal sentimento.

Eu prefiro ser ridícula a não demonstrá-lo tão bonito e sim, Forte sentimento.

Fraco é quem não Ama e não se inspira por tal Sentimento.

Beijos mil!!!

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

O Néctar da Flor oferece um selo DIGA NÃO AO PLÁGIO! Somos originas, porque somos únicos. Cada ser um humano tem uma emoção individual. Por mais que as palavras e os pensamentos sejam parecidos, não temos o direito de pegar algo de alguém e dizer que é nosso. Não podemos trocar palavras e rasurar o sentir do próximo. Encontramos inspiração em alguém, na natureza, na vida, mas não temos o direito de copiar sentimentos. Inspiração é uma coisa, xerocar palavras alheias é outra.



Beijos jogados no ar, sempre!



-

Vivian disse...

...Cadinho,
você é um poeta maravilhoso.

e é a força do amor que
lhe faz assim.

que lindooooooo

bjbj

Simplesmente Amor disse...

O amor é algo que nos faz ser o melhor ou o pior que somos... é preciso saber dosar e buscar a felicidade!

Já estava com saudades daqui...essa correria muitas vezes nos afasta de pessoas tão queridas no nosso coração.

Um abraço carinhoso

Melanie Brown disse...

É verdade, sempre encontramos culpado pra tudo de incoerente que se faz...Mas pensando bem...Culpar o amor as vezes se torna até poético.
Me encantei com Arrebentaçao

Obrigada pelo
Comentario e visita
:D
Esteja lá quando quisser!
BeiijO's

Érica disse...

Eu gosto de ler as interpretações do amor. São tantas, mas todas eu acho verdadeiras. No fim a tradução é a mesma, que o amor é liberdade, cuidado e verdade. Muito boa tua reflexão. Gostei muito.
Beijos

Cáh disse...

"Quando então passamos a acreditar nas simulações que construímos eis que nos tornamos parte dessa simulação."


Pois é.. dentro do amor só cabe ele mesmo.. nada que possa ser pela metade, todo o resto minusculo e mentiroso só traz a dor e a solidão... que mais pode um coração que sofre além de não crer mais nas forças do amor?

=X=

LIndo...
texto mui belo!


Beijo Grande

Magui disse...

Muito bonito; o verdadeiro amro é aquele que nasce apra com o próximo comose fosse como para si mesmo.
Qt ao segundo texto: belíssimo jogo de palavras.

DO disse...

E Deus queira que nunca apareça nada maior que esta força,Cadinho.
Supera e entende tudo.

Grande abraço!!

Ava disse...

Huummm...

É voce está mais leve...rs

O amor pode ser sim, inportuno, babaca, imbecial, idiota... pode ser, mas nem por isso deixa de ser amor...


O amor, meu querido Cadinho, ilumina nossa alma!


Apesar de todo sentimento de dor intriseco ao amor, mesmo assim ele vale sempre a pena!


Beijos e carinhos...

Vanessa Ludwig disse...

Fantástico! De uns tempos prá cá comecei a ver o amor com outros olhos e você soube (de alguma forma) expressar exatamente o que senti.

Ana Lúcia Porto disse...

Cadinho,
Cada vez melhor..., adorei...!!
Beijos,
Ana Lúcia.

KarolinaB disse...

oi cadinho!
só hje vi seu comentario me indicando o video da banda tattoo.
Vou ver agora.
Obrigada pela visita
abraço/ tchau

A Itinerante - Neiva disse...

Cadinho,

Ontem estava comentando com uma amiga, sobre esta das pessoas jogarem no amor a culpa de seus males. Certamente é mais fácil culpá-lo do que procurar nossos erros.

Beijos

Janaina disse...

Cadinho, mais uma frase, caso você goste, lá vai:"SOU UM ACIDENTE CÓSMICO".Já pensou como idéia, com aquele desenho do átomo e seus anéis, raios,um rabsico de Eisntein,por ai.
Sobre o post, tudo o que tem amor não cansa, não consome.O que consome e destrói é obsessão, paixão,posse.Um abraço.

Philip Rangel disse...

So com amor conseguimos criar grandes fronteiras e grandes batalhas vencidas...

abraçao Cadinho

Márcia(clarinha) disse...

e nada em canto nenhum de cada canto do mundo, supera a força do amor...

lindo dia poeta
beijos

Lucy disse...

Oiee....que belo texto.
E o Dog ao lado éh muito fofo,apesar da carinha de bravo rsrs.
Bjos....**