Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

sábado, 22 de agosto de 2009

PERVERSIDADE

Paciência tem limite

PERVERSIDADE

Não adianta querer se iludir porque a mentira não tem a virtude da verdade, não consegue enganar a verdade.

Não adianta querer esconder o que é revelado pela luz, não adianta querer fantasiar o que é despido pela luz, não adianta querer esbravejar porque braveza não é bravura e por isso mesmo é que o grito não confere razão a ninguém.

É ridículo aquele que diz ser o que não é.

Ao que se propõe a aplaudir a mentira, a postura de quem se entrega à hipocrisia de um comportamento sombrio, enrustido e perverso.

Belo Horizonte, 22 agosto 2009

MOSTRE A CARA

Não é pelo cargo e sim pela atitude é que se mede avalia a competência.

Não é pelo dinheiro gasto ou retido e sim pelo ato agir é que se mostra a riqueza.

E não pense ser mais esperto atento aquele que mais lucra, posto ser o lucro algo muito relativo. Poucos não são os lucros resultados em enormes prejuízos.

A vida é mais muito mais do que o cultivo de marcas a significarem nada para o que de fato elas representam. São chancelas frias estas que sem vida sugerem um poder tão abstrato quanto elas mesmas.

Vá ser dirigente presidente lá da sua fantasia, daquela fantasia que confunde o seu eu, para que ela não passe a dirigir presidir o que na realidade irá expo-lo a um ridículo sem tamanho.

Não confie mais na máscara do que na sua feição. Por isso, aprenda a mostrar a cara.

Belo Horizonte, 16 abril 2007

20 comentários:

JOCENDIR CAMARGO disse...

Mostrar a cara é uma atitude que deveria ser mais constante em nosso senado, em nossa politica...
Suas linhas mostram carater e coragem...
Parabéns.
Um abraço..

Renata Macedo disse...

Com certeza! Mentira tem pernas curtas! Bjão e bom fds.

Daniel Savio disse...

Cara, pelo jeito, vamos ter de um pouco de paciência com as mazelas do senado, pois só nas eleições que poderemos mudar algo...

Fique com Deus, menina Cadinho Roco.
Um abraço.

Anne Lieri disse...

Cadinho,texto contundente e verdadeiro!Não adianta querer mostrar o que não se é,porque um dia a máscara cai!Fabuloso post!Abraços,

Mariana Dore disse...

Não adianta mesmo se esconder em falsas atitudes...
Adorei os dois textos bem escolhidos!

;D

Pequena :) disse...

Foi justamente o que você disse no meu blog. Não dá pra gente ser quem a gente não é. Uma hora as máscaras vão cair!

beijos

CátiaSofia disse...

À pessoas que ainda não perceberam que a mentira não leva ninguém nem nada a lado nenhum.

Belo texto.

Beijo

Eneida disse...

Conheço pessoas que aplaudem a mentira!
Será que gostam de se enganar?
Eu prefiro o outro lado!
Posso até ser realista demais, mas prefiro assim!
Beijo!

Valéria de Oliveira disse...

Nossa muito bom!

Bela descroção sobre o que é ser você mesmo e literalmente mostrar as caras.

Adorei.

Bj

RETIRO do ÉDEN disse...

Boa noite,
Tema muito pertinente, muito actual em todos os campos: políticos, familiares, amigáveis, etc., etc.

Mas... mas a "verdade", entrou em desuso.
Quem mostra a "cara sem máscara"... sofre bastante.

Abraço
Mer

Helinha disse...

Oi, Cadinho!!

Em primeiro lugar, quero te agradecer e parabenizar pelo comentário no meu blog, no post sobre a juventude... Muito consciente!!

Com relação a sua postagem, os dois textos se completam...

Concordo com tudo, viu!!

É mesmo ridículo querer ser o que não é ou querer parecer ser mais que os outros! Até porque, quem é não precisa ficar se mostrando!!

Eu me lembrei de quando trabalhei numa editora aqui em Belo Horizonte, trabalhava na assessoria da presidência da empresa... Faríamos um evento com a presença de vários autores e pedimos que nos enviassem seus currículos, que constariam no programa. Na área de História eram dois autores da editora (aliás, tinha autores para todas as áreas; 2 de cada área...). Um deles mandou um currículo imenso, tão grande que teríamos que cortar para publicar. O outro, havia escrito duas linhas sobre seu trabalho e eu tive que pedir que desse mais informações. Ele não queria, não gostava de ficar falando de si, era modesto, mas como eu disse que era necessário, ele me mandou um currículo completo e pediou que eu colocasse o que achasse necessário. Quando fui ler com calma, percebi que o primeiro quase não tinha nada interessante para colocar... ele tinha mum curso de especialização que intressava ao congresso, de resto tinha colocado em seu currículo até curso de digitação (nada a ver com as palestras...)! Já o segundo, que não queria se mostrar, tinha doutorado em História e publicações de livros muito indicados por professores de todos os níveis de ensino...

Fico triste quando vejo que nossos jovens têm péssimos exemplos em quem se espelhar: "nossos" políticos, que mostram todos os dias para quem quiser ver, que o que vale no Brasil é a lei de levar vantagem em tudo...

Com tudo acabando em pizza, nossas crianças crescem com a certeza que a desonestidade compensa!!

Beijão!!

Casal do Arrocha disse...

Voltando com muitas saudades e desejando um ótimo final de semana pra ti!
Bjs...

marie disse...

aaaaaaa eu sempre adoro o que você escreve, mesmo.

adorei o post, passe lá ,*

Anônimo disse...

Olá Cadinho
Fiquei muito feliz em ver seu blog assim.."bombando"...
Espero q esteja bem.
Sobre seu texto, sinceramente ando tão colérica q acho q nem vou comentar...
Abço
Leandra

Lulu on the Sky® disse...

Odeio mentira!
Big Beijos

Palma da Mão disse...

Mil vezes chorar com uma verdade, do que sorrir num momento com uma mentira!
Beijinhos meu amigo, tinha saudades de estar aqui!

Dica disse...

A mentira, esconder seja lá o que for é natural do ser humano.

Hod disse...

É cadinho,

Sempre digo que....

É dura a vida de campo pra quem não sabe pastar!!!!!

Genial seu comentário trazendo a inteligência poetica de Vinicius de Moraes...Bicicletai e complemento:
não sentirás nada alem de um grande prazer!!!!

Alôha!!!

Hod.

NDORETTO disse...

Gostei do texto e do dog ao lado. Ele deve morder quem conta vantagem, é ou não é??? rsrsrsr

abs
Neusa

Mim disse...

A vergonha de confessar um erro leva a cometer muitos outros.
;)