Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

terça-feira, 18 de agosto de 2009

SEM PRECONCEITO

Lógico existirem temas melhores que outros, da mesma maneira que existem temas mais importantes que outros

SEM PRECONCEITO

Numa autêntica relação de amor não existe a disputa. O que existe é a solidariedade, o bem comum, a ação mútua por um mesmo caminho direção.

No entanto, para sermos o que somos ficamos por muitas vezes perdidos no encontro proposto pelo amor. Isto porque passamos a tratar o amor como algo nosso como elemento nosso. O amor não é patrimônio de ninguém e por isso mesmo é que se torna acessível a quem quer que seja.

No amor não há preconceito.

Belo Horizonte, 18 agosto 2009

PERDIDO

O perdido é por natureza um alguém que está sempre fora do seu próprio dizer. Seu discurso é vazio desencontrado. Quanto mais aponta para a saída, mais mergulha no buraco.

O perdido é um inconsequente. Tem e expõe sem reserva sua teimosia em forma de singular tolice. É cínico por mentir sem qualquer constrangimento. É irresponsável por usar de sua influência para o escurecer dos fatos.

O perdido é portanto um desprovido daquilo que poderia leva-lo ao encontro de sensata e oportuna razão tão distante dos seus costumeiros delírios.

Belo Horizonte, 21 março 2007

18 comentários:

Pâmela Rodrigues disse...

Amor com disputa não é amor, a definição que você deu é ótima. No amor, ou se anda ao lado e junto, ou ninguém anda.
Beijossssssssssss

Cleo disse...

Sem preconceito então.

Beijos Cadinho.
Cleo

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Cadinho,

Todo amor é propriedade daquele que sente. Sendo assim...

Rebeca

-

Pjsoueu disse...

Gostei. No amor não há preconceito.
Ele - O Amor é de todos e não é de ninguém -

Há que viver o amor em cada gesto da vida!

Abraço
Pj

Efigênia Coutinho disse...

Numa autêntica relação de amor não existe a disputa. O que existe é a solidariedade, o bem comum, a ação mútua por um mesmo caminho direção.

GRANDE POSTAGEM, VOCÊ VAI ESCREVENDO VERDADES VERDADEIRAS DESTA VIDA VIVIDA,
ADOREI,
EFIGENIA COUTINHO

DE VEZ EM QDO VENHO AQUI disse...

q lindo Cadinho, amor realmente é desprendimento....
e o perdido pior é esse mesmo q mente tanto q nao acredita nem mais nele próprio..
ótima semana!!!!
parabéns pelas belas palavras!!!
Elane

CHRISTINA MONTENEGRO disse...

É um privilégio ter acesso a uma parte das reflexões de alguém! Obrigada! Parabéns!

Barbara disse...

Conheço muito de perto um perdido - de acordo com a sua definição de perdido.
Mas sem preconceito.
Grito com ele e ele leva um susto e parece que se acha...mas se perde de novo.
Vício este de ser perdido...

Lídia Borges disse...

Belos textos!
Pela solidez dos conteúdos e pela lucidez dos argumentos.

Gostei muito deste lugar!


Obrigada!

Sandra disse...

Ola Cadinho!

Tem selo para vc.
Passe lá na curiosa.
Sandra

E também na Interação de amigos.
Venha. Te espero.

Hod disse...

De forma alguma a fragrância de uma flor pode competir com a fragrância de outra. Como pode?
São essências!!!!

A essência do ser humano é o amor, que de mãos dadas com a amizade, traduz a imagem de uma lago suavemente cristalino e tranquilo!!!
E mais dois elementos dão o toque final. Paixão e Sexo!!!

Diga não as Burkas!!!
*********************
Quanto ao "Perdido" No lugar do cérebro o que existe são Coprólitos ( fezes fossilizadas de animais pré históricos), isso mesmo coco.

Forte abraço amigo Cadinho!!!

P.S.: Em meados de Set. em BH mantenho contato!...

Alôaha!!

Hod.

Thania disse...

Cadinho,
Grata pela presença no Arte Ilumina a Vida .
Vc disse bem, onde existe amor, não há preconceito .

bjs

Vagner lopes disse...

Oi Cadinho.

Retribuindo a visita que me fez. volte sempre que quiser, será muito bemvindo.

Um abração.

Ava disse...

Querer aprisionar o amor, talvez seja o pior erro ao nos apaixonar...

Sabe que me inspirastes...rsrsrs

Vou fazer um post também... sobre esse tema...

Te aviso, quando estiver pronto...

Vamos ver se voce aprova...rs


Beijos!

paula barros disse...

Ah, esse amor sem preconceito, de entragas e cumplicidade, do caminhar juntos...um amor possível, mas difícil (eu acho). beijo

Luma disse...

O perdido procura uma razão para estar vivo/para viver! Quem sabe encontra o amor!! Boa semana! Beijus

Poesia do Bem disse...

Muito lindo o que escreves! Obrigada pela visita, continue me lendo eu cá sempre estarei, gostei muito de seu blog! como soubesses do meu?

Janaina disse...

Amor não cobra,não prende,não sufoca.Onde há obssessão,paixão, o amor se afasta.Beijos.