Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

CHAMA A POLÍCIA

Existe situação que não dá pra não deixar de ser caso de polícia

CHAMA A POLÍCIA!

Existe um momento em que o jeito é chamar a polícia.

Notícia que ouvi no noticiário nacional da Band News fm que diz ter o Senado da República no último julho pago mais horas extras aos seus abnegados servidores do que no mesmo período em 2008.

A notícia é esta, com a devida lembrança do escândalo que foi quando veio a público montante de pagamento de horas extras para os mesmos servidores em janeiro, mês que, tal como acontece em julho, é marcado pelo tal recesso parlamentar.

Quando descoberto expediente das horas extras em mês de recesso, levantou-se desconfiança que terminou por esbarrar nos atos secretos do Senado e num turbilhão de desmandos tão vexatórios quanto fétidos.

Agora surge mais essa notícia que mostra não estar o Senado nem um pouco preocupado com a opinião pública. O desmando continua e em caso assim o jeito é chamar a polícia. Mas não dá para chamar a polícia para a casa maior do legislativo brasileiro. É quando, por mais uma vez, volto a lembrar do EMFA – Estado Maior das Forças Armadas, que é quem responde pela segurança e preservação do patrimônio nacional quando percebemos estar o nosso Brasil sendo lesado, para dizer o mínimo.

Belo Horizonte, 02 setembro 2009

CENTAVO

Agência bancária próxima da minha casa. Entro pronto para efetuar pagamentos que dão conta da minha nossa sobrevivência. Felizmente pouca fila, ambiente tranquilo, no caixa a presença da Ana Paula que manipula digita dados dos documentos. Confere tudo e ao proceder o troco, inclui a pequena moeda de um centavo. Observo a moeda e ela observa meu agir ensaiando riso, porque com moeda de um centavo fazer o quê?

Guardo a moeda com todo cuidado. Agora posso dizer que possuo ao menos uma moeda de um centavo. Ela segue comigo fazendo com que eu pense na dimensão do seu valor. Pois para mim, esta moeda de um centavo passa a valer mais que um centavo.

Aprendo com a moeda, que quem dá valor a ela sou eu, é cada um de nós. Tal como acontece com bando de gente que pensa valer o dinheiro mais do que aquilo que não está aí para ser medido pelo dinheiro, que em verdade não mede nada.

Belo Horizonte, 04 julho 2006

7 comentários:

Daniel Savio disse...

Infelizmente devo concordar que o caso esta para a ação das forças armadas...

Estes politicos acostumaram a nos explorar, isto sim...

Fique com Deus, menino Cadinho.
Um abraço.

DO disse...

Tem razão,Cadinho. Mas aqui em SP vc receber uma moeda de UM CENTAVO é muito difícil. Muito mesmo.O troco é sempre arredondado pra cima ou pra baixo.

Qto a chamar a polícia,seria uma boa idéia se a imprensa passasse a colocar tal noticiário nas páginas policiais.

Abraços!!

Zeze disse...

Então Amigo

O que tem feito, já há muito que não o vejo por estes lados do atlântico :)

Um Abraço

nana disse...

Oi, td b? Passei pra desejar um otimo fds. Bjs e fique com Deus.

Cleo disse...

Acho que chamar a polícia não vai adiantar, é muita ineficiência, mas acredito mais no EMFA, tenho esperança que eles acordem e deem um jeito neste caos total.
beijos e uma bela tarde de sexta.
Cleo

Ingrid Scherdien disse...

O valor das coisas somos nós mesmos que damos.

Visite meu blog e leia meu último texto. Adoraria sua opinião.

Abraços.

Jeannie D. disse...

Qualquer coisa por mais [ou menos] valiosa que seja, só tem o valor que damos a ela.
Obrigado por me fazer lembrar disso...