Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

POESIA DO JAIRINHO

A foto da capa do livro citado está na Imagem do Dia

POESIA DO JAIRINHO

“Nem Pó Nem Emas: Poemas” é o título do livro do poeta Jairo Lobo lançado em Belo Horizonte em tarde de sábado, aniversário do bardo, no Bar do Alexandre e da Paula.

Não tenho nenhum propósito de julgar poesia de ninguém, mas sim de ler e sentir, viver e perceber o que há de vida e sentimento na manifestação de quem então surge em poesia, como é o caso do Jairo Lobo, que prefiro tratar como Jairinho.

Tal como é o Jairinho, sua poesia não se permite a muitas voltas e sim a uma trajetória simples e eficaz no que refere-se à percepção do pensamento que brinca com o sentido e com a estética das palavras em resultados cativantes. É nesse sentido que Jairinho estampa e esconde o sentido de um dizer que por aí se solta de eventuais definições dando ao seu poetar a textura inequívoca da liberdade cultivada pelo poeta.

Jairinho é bom, rápido e tão iluminado quanfo enigmático.

Belo Horizonte, 21 setembro 2009

VASSOURA

São nos pequenos, minúsculos e até imperceptíveis detalhes é que temos a oportunidade de perceber força que há no acreditar.

Dia desses pensei cismei comprar uma vassoura. Senti necessidade de ter a minha vassoura e pronto. Pensei mas não fui a nenhum lugar para fazer a compra. Havia sensação em mim dizendo para não ir porque a vassoura apareceria em meu caminho. Delírio? Alucinação?

Sem dar maior importância acomodei idéia na certeza de que a vassoura apareceria.

Saí de casa ontem, nem pensava na tal vassoura, até que deparei, no meio da rua, com ambulante oferecendo vassouras. Mostrou-me aquela que atraia minha atenção. Uma vassoura comum, mas feita pelas mãos do humilde mercador a exuberar todo acabamento dela feita com verdadeira crina pêlos de cavalo. Lembrei-me do que havia anunciado aparição dela, a tal vassoura que varre que é uma beleza. Vale ainda acrescentar, que eu nunca tinha visto o tal homem por onde passo, vendendo suas vassouras.

Belo Horizonte, 15 outubro 2007

16 comentários:

Delirius disse...

É Cadinho, às vezes há surpresas assim. O homem da vassoura veio até si como o mar às vezes vem até mim...!

Abraço

elvira carvalho disse...

Às vezes acontecem coisas que nos deixam pasmados.
Um abraço e uma boa semana

Lídia Borges disse...

Parabéns ao "jairinho" poeta que não conheço ainda pelo livro.

Muito interessante o texto: "Vassoura"
Há coisas assim que não sabemos bem esxplicar nem carecem de explicação.
Gostei de ler.

Ava disse...

Cadinho, que paixão não estar aí...

Também voce não me avisa...rs

Talvez eu tivesse feito "das tripas, coração...", e tivesse ido...


saudade danada dessa turam da Calçada!


Beijos e boa semana para voce!

DO disse...

Isto é o que eu chamo de materialização de uma vontade,hem Cadinho,rss

Boa semana!!

Dri Viaro disse...

Uma semana cheia de coisas boas pra vc
bjs

Daniel Savio disse...

Será que foi uma visão do futuro (sobre a vassoura)?

Fique ocm Deus, menino Cadinho.
Um abraço.

Deusa Odoyá disse...

Meu querido poeta.
As vezes tem coisa que acontecem sem a mínima explicação.
São os acasos da vida.
Meu querido, parabéns a esse jovem
poeta.
Cadinho, meu lindo uma semana de muitas realizações, paz, amor e luz em seus caminhos.
"A intensidade da vida, depende de como a olhamos!"

Beijinhos doces, meu lindo.

Regina Coeli.

T I N I N disse...

Interessante, diferente...
Agradeço sua visita...Pena não querer seguir, mas tudo bem.
Parabéns pelo belo dom que tem em trabalhar com as palavras.
Amizade
T I N I N

A Madrasta Má disse...

Olá Cadinho querido! Qto calor em nossa cidade hein! vc viu minha cartinha? a culpa é um osso duro de roer hahahaha então vou colocar um pouco de ácido hahahahaha adoro sua sábia visita! Bjinhos da Madrasta!

Bia Maia disse...

Surpresas!
A vida é cheia delas!

Um beijo em seu coração, meu querido!

E uma linda semana para voc~e!

Biazinha

Raquel Machado disse...

Ola vim retribuir a visita simpatica que me fizeste já te adicionei aos meus amigos e espero mais vezes la no meu blog aproveito para te convidar ha um novo projeto que estou fazendo um blog de games sobre diversos temas. Se quiseres dar uma olhadinha ai vai o endereço: http://kriativagames.zip.net
Do mais ofereço-te minha amizade.
Uma ótima semana.

Veronica disse...

Eu adoro poesias! Passando para agradecer seu comentário
Apropozito referente a vassoura ávida tem vários mistérios
Mais cada um com seu determinado significado.

Luzinha disse...

Olá. As vezes esses destinos rs acontecem mesmo!!! Como encontrou meu blog?? naõ te achei no twitter, o meu é lugrotto.
Até mais.
bjo

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Muitas vezes sentimos essa sensação que algo vem até nós.

Noite de luz, Cadinho.

Rebeca

-

Renata Macedo disse...

Saudades de passar por aqui e ler seus textos! Boa semana! Bjs