Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

terça-feira, 6 de outubro de 2009

VOU

Há sempre um instante para nova ida

VOU

O que acontece por um lado de repente passa a exercer influência para um outro lado porque somos envolvidos por muitos lados a abrirem muitas perspectivas para o nosso ir e vir.

Penso na viagem que aparece como sugestão porque parado é que não posso não devo ficar. Vou porque quero ir para a brisa do mar. Já não há mais motivo para esperar ou retardar isso. Vou na busca que é a minha busca, no patrocínio que recebo de quem entende e percebe que o mundo não é feito só de conversa.

Belo Horizonte, 06 outubro 2009

Transformação

Encheu-se de obrigação e agora corre de lado a outro pela trilha do cumprimento daquilo que antes foi assumido. O tempo faz-se veloz curto ameaçador. E os dias que antes só passavam, agora surgem sob a forma de constante ameaça.

Vida parece entregue ao ir e vir de cada necessidade a gerar outra numa constância crescente e implacável. Vem o cansaço e a sensação de não conseguir o pretendido.

Mas há sempre um caminho uma saída, jeito a contornar situação hoje que amanhã exigirá mais. Só que as alternativas diminuem diante da realidade implacável.

Um dia, a decisão. Bem diante do próprio estar a vida depara com a força do acreditar que já não aceita aquilo que impõe tamanho sacrifício. O querer aflora e de sua exuberância o suceder da transformação.

Para o viver, o acreditar disponibiliza ao ser o que ele de fato quer.

Belo Horizonte, 10 janeiro 2008

17 comentários:

Fragmentos Betty Martins disse...

.__________querido Cadinho





deixo um pequeno excerto de uma composição de_________Oswaldo Montenegro




"Eu hoje acordei tão só
Mais só do que eu merecia
Olhei pro meu espelho e ah....
Gritei o que eu mais queria
Na fresta da minha janela
Raiou, vazou a luz do dia
Entrou sem me pedir licença
Querendo me servir de guia"




_______amei o teu "VOU"









_____________///









beijO_______ternO
b.semana

DO disse...

Faz muito bem em ir,Cadinho.

Nada como um mar pra nos distrair.

Abraços!

Elaine Barnes disse...

É verdade, mesmo maduros ainda enfrentamos conflitos de decisões,ir ou vir,mas,sempre tem a saída de irmos de encontro a nos mesmos. A busca é solitária.Saber o que queremos de verdade e acreditar. Difícil,porém é a saida. É preciso ter graça, raça, gana...Atravessar a fumaça! Muito bom, valeu pra mim. bjão amigo

Barbara disse...

Pois vá.
Horizontes são poucos na vida...

Kira Mieko disse...

adorei principalmente o 1º do vou
Me identiiquei muito =D
Beijos

"A vida continua, nunca tinha pensado nisso, mas me dei conta que ela continua, mesmo se eu ficar exatamnte aqui onde estou. Ou eu continuo com ela, ou eu sou deixada para trás. Não pela vida, mas pela minha infantilidade de não querer mais andar..."

Um ósculo,
Joyce Carla ^^

uminuto disse...

E que tudo corra bem
um beijo

RoCosta disse...

'... O resto é mar...' Tom Jobim.
Boa viagem!
Forte abraço!

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Sarava,


querer é sempre poder;)


beijinhos

Bandys disse...

Va sim,
E que a brisa do mar refresque seu olhar..

beijos

francisco disse...

cadinho,
como é comum acontecer na internet, acheo vc por acaso...
li um pouco do que vc escreve e quero convidá-lo a participar de uma rede baseada em mitos modernos e relatos de pessoas em busca de si mesmas.
www.yubliss.com
entre lá para espiar e contar sua histórias.
abraço,
chico abelha.

Zeze disse...

Olá Amigo

Que grande festa foi este fim de semana ao saber desta vitória do Rio de Janeiro 2016!! Grande Brasil!
Parabéns

Um Abraço

paula barros disse...

Olá, tudo bem?
Tem que ir mesmo. Tem que aproveitar os momentos, e continuar fazendo os momentos acontecerem.

boa sorte! beijo

Multiolhares disse...

O tempo não para e com ele tudo se movimenta, quando se procura o caminho interior há que não perder tempo
beijos

Desnuda disse...

Cadinho,

"Para o viver, o acreditar disponibiliza ao ser o que ele de fato quer." Linda frase.

Até a volta, Cadinho! Beijos

Ana Maria disse...

Amigo, na postagem sua de ontem, deixei um recadinho. Você leu?
Tem uma homenagem para vc no "Selos, Mimos e Homenagens". Entre no Atelier das Poesias, que vc chega lá.

Não esqueça!
Pense no título da postagem de hoje:
"VOU"
E VÁ LÁ CONFERIR.
Beijinhos!

Hiorrana disse...

"E os dias que antes só passavam, agora surgem sob a forma de constante ameaça."

Talvez seja essa constante ameaça que nos faz acordar toda manhã.

Beijos e obrigado pela visita.
Volte sempre.

Layara disse...

Olá!
um cadinho de comentário que faz bem e eu amo comentar.
Ir...também iria...as vezes tenho essas vontades de partir...praia já não é minha praia, areia faz cócegas nos meus pés, e o assoalho fica com areia que não acaba mais...não vou pra Pasargada, não encontrei o caminho, acho que lá seria feliz como o Poeta...mas vou para os alpes de Minas, pedras brancas e cachoeiras,lugar de genti que fala "trein bão" e no lugar de "bom dia", fala-se "diaaa", economizam no falar pq. meias palavras as vezes bastam...
Ir, quando se pode, então se deve Ir...felicidade mora logo ali, num recanto onde nosso coração nos leva.

Um beijo do meu Horizonte!

[gostei e voltarei]