Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

ESTAR PERTO

Tem coisa que não dá pra negar

ESTAR PERTO

Não é pela esquiva que iremos nos entender, porque se ficamos distantes é certo que não saberemos do que saberíamos se estivéssemos perto seja lá de onde for. O fato é que ser importante não é ser difícil e que o que importa mesmo é estarmos perto do que queremos perto de nós.

Isso tudo pode parecer muito evidente, mas nem sempre conseguimos evidenciar o que em nós se mostra com tanta evidência. Por isso é que exubero a simplicidade e força de Grussaí, que é um lugar praia que se dispõe ao encontro que se coloca numa posição próxima, mas que de repente poderá ficar distante e inacessível a quem não percebe o que de fato acontece e existe neste lugar praia de mar aberto.

Belo Horizonte, 16 novembro 2009

ACONTECE

Acontece aqui, acontece ali, tudo pode acontecer.

Acontece que pode também não acontecer. Mas também acontece o que pensamos que acontece, mas que não acontece. Ou então, o contrário. Por isso é que entre lado e outro de cada situação, o medo e a coragem. Aí o jeito é acreditar, ou desacreditar.

Acontece que não dá pra confiar pela desconfiança e nem desconfiar pela confiança. É confusão sim que paira em meio ao leva e traz de lado a lado.

Acontece que há muito jeito para o pensar. E muito engano também. Aí é que acontece o que pensamos que acontece, mas que não acontece. Não dá pra escapar porque vida não vive sem acontecimentos. E são deles é que tudo nasce e cresce, morre desaparece.

Belo Horizonte, 19 setembro 2008

9 comentários:

Daniel Savio disse...

Eu tenho um pouco de trauma de cidade praianas, pois acaba me lembrando de trabalho (a parte negativa, é claro)...

Profundo a segunda parte...

Fique com Deus, menino Cadinho.
Um abraço.

louca esquizoffrenica disse...

tudo o que acontece ou não acontece pode acontecer ou nem por isso, mas se a gente acredita que acontece então também acredita que a distância só existe se a gente a quiser ver, porque para estar perto é necessário vontade de aproximar os dois lados e ambos se aproximarem para fazer acontecer a proximidade e matar a distância.
As palavras dão para fazer qualquer coisa não é, e exprimem tudo desde que bem entendidas. Beijo cadinho, passa por o meu sitio, não desapareça.

Sandra disse...

BOM DIA!
Vim lhe convidar, para brindarmos juntos na festa surpresa que a Curiosa preparou para o nosso Querido a amigo João.
A champanhe já está gelando e bolo ficou uma delicia.
Venha para cá...Vamos brindar mais esta alegria em companhia do João!!!
Agora vou, tenho muitos para convidar..

Venha estar perto nesta linda comemoração.
Sandra

Dead Lindsae disse...

Confiar do tanto certo, continua sendo um mistério para mim...
Ou confio cegamente ou desconfio paranoicamente hahaha...

Vivian disse...

...passando para lhe desejar
uma explendida semana!

deixo beijos tbm

Marcia Carneiro disse...

Tua visita é mais que tudo! Tua poesia é como tu. Obrigada pela visita, me engrandece. Agora, te sigo. Beijão!!

Sylvio de Alencar. disse...

Muito bem colocado os pensamentos sobre como acontece os acontecimentos. É isso mesmo.

Estar perto é sempre bom.
Na verdade, se vc perceber, estamos sempre perto de alguma coisa. Então, sempre, alguma coisa terá o que nos dizer. estar disponível é que é 'difícil'.
Está escrevendo bem.
Abrçs.

Bandys disse...

Cadinho amado,

Não! Não é uma despedida de jeito nenhum!

Estou fazendo um carinho nos amigos e colocando uns textos diferentes por lá..

Será uma honra voce no meu esconderijo..
Mande pra: egpmb@terra.com.br
te aguardo.

Beijo no ♥

Giane disse...

Oi, Cadinho!

Gosto dos teus escritos.
Poesias-crônicas. Crônicas-poemas.

Beijos mil!!!