Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

quarta-feira, 30 de junho de 2010

PRECISO DE VENDER PAINÉIS

Posso esquecer de mim não

PRECISO VENDER PAINÉIS

Não posso pura e simplesmente ficar só com minha atenção no que hoje ameaça e sinaliza problemas graves em Grussaí por força da vinda de operários a proporcionarem ocupação tão desordenada quanto assustadora. É que também preciso divulgar painéis que pinto, óleo sobre tela, para vender e com isso dar sustento ao meu viver.

Na praia, meu viver é pleno sim, mas nem por isso livre da necessidade do tão famoso dinheiro. Por isso é que faço a oferta dos painéis que pinto e que recentemente tive a oportunidade de vender alguns lá para o Rio Grande do Sul. Os painéis chegaram no tempo previsto e tal como sempre peço faço, recebi retorno anunciando chegada das peças sempre com aquela reação provocada pela imagem mesmo das pinturas, mais impactantes do que as registradas por fotos. E aqui devo dizer que em Grussaí ainda não pintei nenhum painel porque para minhas vindas à praia não devo usar muita bagagem e por isso todo meu material de pintura permanece em Belo Horizonte.

Grussaí, 30 junho 2010

MÃOS DADAS

Olhos abertos

Olhos fechados

Luz lembrança

Sombra distante.

Olhos atentos

Olhos distraídos

Lua lembrança

Sol escaldante.

Olhos salgados

Mar de lágrimas

Escondidas.

Olhos fugidos

Mar de ondas

Declaradas.

Belo Horizonte, 23 abril 2002

8 comentários:

Ana Maria disse...

Bela imagem do dia!
Precisa vender e vender.
Amigo, no meu blog Selos, Mimos e Homenagens, tem um troféu para você.
Busque lá. Obrigada!
Beijinhos iluminados!

aluisio martins disse...

Retrato da vida, altos e baixos, tudo na certa medida.

Elaine Barnes disse...

Adorei seu poema. Tão pequeno,poucas palavras e dizem tanto...Um dia vou aprender escrever asssim.
Boa sorte nas vendas e que Deus abençõe sua arte e te dê boa remuneração.
Monte de bjs e abrações

Valéria Sorohan disse...

Adoro esse jeito centralizado e palavra por palavra do seu jeito de escrever.

BeijooO*

Vivian disse...

...o sorriso alí do lado
tem preço?

sssmackssssssssss, querido!

Mari Amorim disse...

Cadinho,
Muitas vendas!
Boas energias,
Mari

VEREDAS, por Marluce disse...

Cadinho,

Há poetas que as palavras dão-lhes as mãos,confiam em andar de mãos dadas com ele e vez em quando os abraçam!
(Marluce Freire Nascasbez)

É O SEU CASO!



Lindo!

Bons negócios!


Um abraço, Marluce

meus instantes e momentos disse...

ola amigo boa noite, acabei de ler seu comentario em meu blog. E agradeço tuas visitas. Apenas a resposta`a tua interrogação no coment.
"O gozo Cadinho, dependendo de com quem se fica, não surge numa explosão. Seria obvio e banal demais. É gozo de tempo inteiro....é noite adentro, é madrugada a fora..."
Abçs.
Maurizio Bersani