Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

sexta-feira, 25 de junho de 2010

SINAIS CONSTANTES

Muito do que deixamos de fazer acontece pelo muito que não conseguimos perceber

SINAIS CONSTANTES

Os sinais são muitos e constantes, os sinais são tão sutis quanto evidentes.

Daquilo que fecha eis que surge a oportunidade para o abrir de outras passagens, passagens, passagens.

Daquilo que ignora eis que surge a evidência do que mostra, mostra, mostra. Não há razão para se desprezar nada e nem tão pouco ficar contra o empenho em se colocar a favor, a favor, a favor.

No meu vagar João da Barra, eis que de Grussaí busco entender os sinais, os sinais, os sinais.

Grussaí, 25 junho 2010

OUTRO CANTO

Sabe de uma coisa? A sereia Lelé caiu no canto do Gostosão de Guarapari. Não há dúvida. Sua empolgação concebida por incríveis reações é de impressionante clareza.

Como presente de aniversário, sereia Lelé, sem qualquer reserva, pede o Gostosão de Guarapari em casamento. Sereia Lili, em mais um de seus repetidos bocejos, parece saber mais do que aparenta. Seu sono vem de noite mal dormida por ter estado às voltas com os galanteios de um certo tubarão entregue aos anseios e armadilhas da paixão. Daí sua sonolência que exige pronta decisão do mestre Jardel, que tem lá seus momentos de alquimista.

Uma ampola com líquido escuro. Mestre Jardel recomenda para sereia Lili tomar de único gole. Lili nem precisou prender respiração, sorvendo tudo com agilidade e crença. Fôlego de sereia é diferente. Fato é que bocejo sumiu e lá estava Lili fazendo festa na festa do Gostosão. Mestre Jardel, com ares de profundo conhecedor dos segredos da natureza, limitou-se a breve conclusão: - É a catuaba.

Belo Horizonte, 29 março 2002

6 comentários:

Drix disse...

Eu tb acredito em sinais....
E essa repetição 3x, é "sinal "de confirmação.
Por falar em Guarapari, quase me casei com um rapaz de lá.Quantos "sinais" num mesmo post,principalmente,porque ao abrir seu blog estava pensando nesse rapaz....
Abraços

Secreta disse...

Sinais que nos escapam, por distracção ou falta de interesse...
Beijito.

crônicas disse...

olá Cadinho,

Sou meio neurótica nesse assunto. Em tudo vejo sinais...

Conceição disse...

Interessantes os seus textos. Gostei muito. Tem novidades no blog do David e deixe a sua opinião em relação ao poema que escrevi para ele, vou gostar muito de lêr.Beijinho

*lua* disse...

Mas esse sinal depois de uma noite com o tubarão é muito bammmmm, não para uma festa é claro, mas para curtir cada dorzinha de junta que fez muito esforço na noite anterior .. aí toma catuaba ... virgem maria, a sereia vai desmontar!!!! beijo e ótimo final de semana!

Isadora disse...

É Cadinho, os sinais que nos guima e que nos orientam. Muitas vezes não conseguimos exergá-los. Temos sempre que apurar o olhar.
Um beijo e bom sábado