Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

domingo, 7 de novembro de 2010

ESCULTURA AZUL

Um objeto de arte tem sempre razão de ser.

ESCULTURA AZUL

Uma obra de arte é sempre lembrada, seja por sua exuberância, seja por sua proposta em buscar da imaginação reação qualquer.

Uma obra de arte, por mais que pareça não oferecer serventia, tem sim a sua razão de ser e o seu valor conferido exatamente pela sensibilidade de quem consegue perceber nela chamado ao pensar. Razão pela qual devemos sempre dar mais atenção ao que qualquer manifestação tem a dizer oferecer.

Quando então de uma casa na região da Cidade Jardim, em Belo Horizonte, deparo com uma escultura a compor jardim de entrada, eis que possuído sou por agradável sensação. Aquela escultura dá sinal de bom gosto, de vida a interagir com todo jardim habitado por outras vidas.

Uma escultura azul, em metal retorcido e assumido por forma intrigante, macia e envolvente. Pode sugerir imagem de uma ave, ou quem sabe de qualquer outro ser em estado de contemplação.

Grussaí, 07 novembro 2010

DOIS MOTIVOS

Já era noite telefone tocou. Foi só eu atender e pronto, quem fez a ligação tratou de desliga-la.

Já era manhã campainha soou uma, duas vezes. Alguém na porta. Levanto assim um tanto amarrotado. Dedicado ao mais pronto atendimento, eis que deparo com ninguém.

Estão de brincadeira. Ou então tenho eu tido a grata satisfação de estar sendo literalmente surpreendido pelo desconhecido. Uma vez despertado o sono do meu descanso, resolvo fazer o que tenho para fazer. Decido também não dar atenção a quem quer não quer falar estar comigo. Na companhia do cão Aleph observo a cozinha geladeira fogão e satisfaço ao chamado do apetite. O café da manhã torna-se ainda mais saboroso, com a feliz participação do cão Aleph que come com uma disposição de fazer gosto.

Belo Horizonte, 16 outubro 2004

8 comentários:

Marilu disse...

Querido amigo, tenha um lindo final de semana. Beijocas

Ana Miranda disse...

Eu sou daquelas pessoas que se encantam e se emocionam com obras de arte!!! E quantas vezes, uma mesma obra de arte, me disse coisas diferentes?

De tudo um pouco disse...

Cadinho

vim e gostei...

Entresteci-me ontem ao saber de falsificações...amo pinturas abstratas

beijocas

Loisane

Tatiana disse...

Bela escultura!
Muitas vezes também me sinto visitada pelo desconhecido.
Tenha uma semana maravilhosa!
Beijos com meu carinho

Daniel Savio disse...

Interessante, mas em parte, este valor acaba sendo variavel, pois no final, cada um vai sentir algo novo diferente com a estatua vista...

Fique com Deus, menino Cadinho.
Um abraço.

claudete disse...

Só a sensibilidade latente em cada um de nós emerge e se extasia diante de um obra de arte...quanto ao inusitado do desconhecido ...nos frequenta, sim! são nossos sentidos acalmados pelo descanso que favorecem a absorção dos ruídos , das formas e do cheiro. já vivi esta experiência. beijos .

Mônica disse...

Cadinho
Na cidade jardim tem esta linda escultura?
Vou prestar mais atenção!
com carinho MOnica

FABIOTV disse...

Olá, tudo bem? Opa.. agora eu sei quem é você pela foto publicada hehe.. Abraços, Fabio www.fabiotv.zip.net