Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

CADÊ OS PREFEITOS?

Precisamos de saber quem é quem em momento de vida e morte

CADÊ OS PREFEITOS

É preciso acabar de uma vez por todas com esta prática de militância política em só querer exaltar partidos e políticos medíocres quando a situação é conveniente.

É preciso não aceitar mais prefeitos(as) que só quando a situação interessa a eles(as) é que sabem aparecer.

Por onde andam os prefeitos Jorge Mário e Paulo Roberto Mustrangi de Oliveira, de Teresópolis e Petrópolis, ambos do PT- Partido dos Trabalhadores?

Por onde anda o Sr. Heródoto de Bento Mello, prefeito de Nova Friburgo, do PSC - Partido Socialista Cristão?

Será que esses prefeitos não se sentem na obrigação de vir a público para dizer ao Brasil como pode ter acontecido tamanha tragédia em seus municípios? Onde estavam esses prefeitos quando as previsões meteorológicas alertaram o Sr. Laerte Calil de Freitas, prefeito de Areal pelo PP - Partido Progressista, que numa atitude simples salvou a vida da população com gravação de alerta transmitida em carro de som pela cidade? O resultado de ato tão simples foi que Areal, apesar da forte inundação que invadiu a cidade, não registrou nenhuma morte.

Será que os prefeitos do tão famoso PT e o outro do PSC ao menos estavam em seus municípios quando a chuva dava sinal de devastação?

Belo Horizonte, 20 janeiro 2011

NOSSA CRENÇA

Mesmo viajando não deixamos de receber o que nos é remetido, sobretudo quando vem pela via do carinho.

Dias antes das festividades do Natal, a Íris D’água – Farmácia de Manipulação enviou-me simpático cartão com versos assinados por Fernando Pessoa. Um encanto em forma de estímulo, espetacular recurso para manutenção do lirismo em nossas vidas. Agora recebo outro saudando chegada do ano da graça de 2006, com texto assinado por Carlos Drumonnd de Andrade. Uma maravilha.

Certa feita estive na Íris D’água em conversa com a Rúbia, cuja eficiência torna-se comprovada pela alquimia de sua graciosa simpatia. Falamos de poesia e do gesto Íris D’água em provocar nossa leitura para momentos tão sublimes. Eu buscava, naquela ocasião, apoio da empresa à iniciativa missão dos Folhetos Cadinho RoCo.

Agora, em viagem com o tão famoso cavalo Noturno, penso na expectativa montada nessa busca que caminha levando nossa crença. Mas e a Rúbia?

Belo Horizonte, 14 janeiro 2006

11 comentários:

Afrodite disse...

Amigo,
É isso que me dá vergonmha em ser brasileira...os políticos!
Que raça...e pior:são muitos de nós que colocamos eles lá!
Beijos!

Bella disse...

Obrigada pela visita e comentário :) Bjs

Maria Lúcia disse...

Oi
Cadê o prefeito
que foi eleito
pelo povo que acreditou
nas suas promessas.
Bjs...
Lúcia

Mii disse...

Uhm isso é verdade... não vi ninguém se pronunciar concretamente... só por telefone e falando rapidinho... assim não dá. o povo merece uma justificativa. E em virtude da tragédia que poderia ter sido amenizada, que seja uma justificativa bem explicadinha.

Obrigada pela visita no meu blog (:

Merlaine Garcês disse...

Muito obrigada pela visita!
Seguindo-te!
Bjs!

ღPat.ღ disse...

Tem um selo para ti no meu blog, fique à vontade para postar ou apenas receber
http://mundobrasileirissima.blogspot.com/

beijos…

Adriana Karnal disse...

Cadinho,
Será q com o novo governo teremos mudanças? enquanto isso, metemos a boca no trombone, é isso mesmo...

M. disse...

Não é só male do Brasil. É praga global mesmo...

Daniel Savio disse...

Imagino, que não é meio aos "desabrigados" (alojados em escolas) desta calamidade...

Fique com Deus, menino Cadinho.
Um abraço.

Elaine Barnes disse...

E o salário deles...Vergonha nacional,assim como o nosso salário mínimo.Cadê a Rubia?
Adorei! Montão de bjs e abraços

Nina disse...

Obrigada pelo coment! Fiquei muito feliz!