Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

sábado, 5 de fevereiro de 2011

MARUJO

Quando o amor bate...

MARUJO

Coração inquieto

Emoção aquecida

Tempo repleto

Dessa ânsia incontida.

Fico quieto

Bem diante da vida

Entrego-me ao afeto

Carinho sem medida.

Ao amor digo

Que não finjo nem fujo

Dou-lhe sim meu abrigo

Não faço jogo sujo

Ofereço sentimento amigo

Desse mar sou marujo.

Grussaí, 05 fevereiro 2011

É AMOLAÇÃO?

Deu-me a faca lâmina cega. Pra chegar ao corte busquei pedra procurei fio da lâmina. Paciência persistência percepção sensibilidade num movimento só, ruído rasgando cegueira da faca lâmina. Corte chegando no justo gesto macio preciso. É pra amolar?

Queijo pronto maciço saboroso e exposto à espera do corte. Fatia na intenção da faca amolada guardada no jeito pra ser usada. Lâmina afiada reluzente limpa e com toda serventia disposta a servir. Cadê o queijo?

Conversa que busca palavra aqui ali longe do alcance do queijo perto pronto pra ser cortado servido. Faca pronta disposta a servir. Palavras conversas que dão fala a uma espera que não atende ao paladar vontade de experimentar fatias do queijo. É só amolar?

Entre teoria e prática, presença da faca e do queijo. Mas quando faca é usada só pra ser amolada, corte dela fica sem razão de ser. E quando queijo é usado só pra ser falado, sabor dele fica sem razão de ser. Também não adianta querer encontrar sabor na faca e corte no queijo. Jeito melhor é da faca cortar o queijo e celebrar o apetite.

Belo Horizonte, 26 abril 2006

6 comentários:

¢яιѕταℓ ∂є Eяσѕ disse...

Quanto tempo...tem um lindo presente pra vc lá no meu blog.

Bjs!

Mônica disse...

Cadinho
O amor voce o descreve muito bem.E a amolação?
Lembrei do meu avô que antes de descascar as laranjas e fazer boquinha nelas para todos os netos, ele amolava a faca. E era divertido ve-lo fazer isto.
Até hoje tenho preguiça de chupar laranja se alguem não descascar pra mim. culpa do vovô Tonico.
com carinho Monica

JuJu disse...

A ordem das parcelas não altera a soma, mas a ausência de uma delas sim. Daí, faca sem queijo e queijo sem faca não há como aplacar a fome.
...
Passe lá no meu blog e deixe seu comentário!!!

júlia disse...

está muito lindo aqui :)

Lou Albergaria disse...

Ótimo post!

Adorei!

Tenha um belíssimo fim de semana!


Beijos!


Lou

Multiolhares disse...

tudo tem a sua razão de ser se é transformada fica sem sentido
Bj