Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

ALI?

Conjuntos de Painéis Cadinho RoCo, óleo sobre tela, ótimo presente pra quem gosta de arte.
ALI?
     Para quem acredita, todo dia é dia bom, todo dia é dia de graça. E por mais surpreendentes que sejam os acontecimentos, em cada dia haverá ainda que único instante em que estaremos expostos ao que pode ser entendido como graça, para não dizer milagre, para não dizer realização.
     O que dizer do conceito que cada um tem daquilo que acontece consigo mesmo e com o que está à sua volta?
     Somos únicos e somos muitos ao mesmo tempo, quando então nos permitimos a perceber o quanto somos para nós mesmos e para quem nos cerca. O que parece simples pode aparecer de maneira confusa para Felipe que quer saber onde foi sepultado o cão Jota que está morto e vivo na memória de quem passa a ter notícia do seu viver.
     Cão Jota foi sepultado ali, mas não sei se é ali que ele permanece morto.
     O que é a morte?
Belo Horizonte, 16 outubro 2013
ANTES DO AMANHECER
     De um assunto surge outro. Sinto-me confuso. Melhor não pensar muito. Projetos deixados ao sabor do tempo. Melhor não forçar muito. São passagens a mostrarem sentidos nem sempre bem entendidos.
     Não há nenhum assunto agora, que possa interferir neste que passeia pelo intimo. São ruas a testemunharem o fim da tarde. Em meio ao forte ruído da cidade, um silencio percebido por algum motivo a trazer esta ou aquela recordação. Assim vão sendo desenhadas algumas dimensões a irem misturando dúvida e certeza, areia e cimento, água e algumas ferramentas a darem paredes ao espaço. É uma casa nova, um prédio demolido, uma loja inaugurada e uma conversa que vende e compra mundo de coisas. São assuntos que mudam rumos e abrem portas fechando mais uma fase que a vida não irá esquecer.
     Ricardim busca da geladeira outra cerveja, antes que o dia amanheça.

Belo Horizonte, 05 abril 2002

4 comentários:

Amanda Schuler disse...

Boas colocações!

Um ótimo restinho de semana!
abraços!

Mirtes Stolze. disse...

Bom dia Cadinho.
Bela mensagem de reflexão.
Na minha opinião a morte é uma passagem,uma viagem,mas sem que eu saiba aonde eu vou parar rsrs.
Por isso eu vivo cada minuto,segundo, sem saber quando a minha viagem vai acontecer,a vida é incerta para todos nós.
Quem tem a vida garantida?
Acho que se tentarmos viver bem conosco mesmo,e com o mundo,vamos chegar a um lugar bom,assim eu espero rsrs.
Tentas vezes me disseram que eu estava partindo,a sorte é que eu nunca acreditei e não arrumei a mala,pelo contrario,desarrumei tudo,e falei eu não vou a lugar algum,eu tenho muito ainda o que fazer rsrs.
Deus me ouviu e aqui estou eu,muito,muito feliz.
Um ótimo dia.

Adriana Paz disse...

Bem interessante e bonita essa reflexão.Cadinho. É como vc estivesse falando consigo mesmo,recordando perguntas que as crianças sempre fazem.

Adorei e recebi sua atualização porque seu blog está na minha lista de favoritos e já o sigo.


Beijinhos e ótima quarta


Dryka

Blog Suas Histórias Nossas Histórias

Vall Nunnes disse...

Fico sem saber quem é mais bonito: seus textos e suas pintura, ambos tem seu traço forte.