Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

GENTE

Conjuntos dos Painéis Cadinho RoCo, uma bela dica pra presentear quem gosta de arte, a preços bem interessantes
GENTE
     Existe gente de tudo quanto é jeito. Gente boa, gente ruim, gente sincera, gente mascarada, gente simples, gente afetada e a lista vai de encontro às mais inusitadas qualificações. Até porque não dá pra negar existência de gente chata, gente convencida e gente que traz consigo doçura sem igual.
     Em meio a tanta gente não dá pra escapar de momentos em que nos sentimos literalmente perdidos, ou encontrados por sensações estranhas demais. Existe gente que a gente nem conhece pessoalmente, mas que age em nós com poder surrealista. Isso pra não dizer de quem surge em nossa vida pra incomodar por espécie de antipatia espontânea, inexplicável mesmo.
     Mas, nunca é demais lembrar que também emanamos sensações e sentimentos a provocarem efeito que nem sempre queremos transmitir. Até porque também somos gente nesse mundo de tanta gente.
Belo Horizonte, 01 novembro 2013
EMPANZINADO
     Sempre considerei difícil, para não dizer incompatível, a ação de criar com a de vender. Os motivos são tantos, que cita-los aqui seria enfadonho e até inconveniente. Eles aparecem sempre, da mais variada forma e nos mais inesperados momentos.
     Por força da necessidade, quando surge excepcional ocasião, trato do assunto ido à venda do patrocínio. No mais das vezes, comigo, ele resulta em nada. Quando não acontece situação a criar verdadeiro embaraço na conversa. Foi o que aconteceu dia desses, quando explicava a existência e razão de ser dos folhetos que escrevo, para aquele dito empresário. Missão dificílima. O sujeito trazia em seu semblante a rigidez de um entendimento por demais atravancado. Até que sem qualquer preparo, o gajo perguntou-me porque não escrevo folhetos com receitas culinárias. “As mulheres iriam adorar, o que facilitaria em muito a obtenção do patrocínio.”
     É isso que dá. Misturar criação com venda é mesmo de amargar. Confesso ter saído daquela conversa, empanzinado.

Belo Horizonte, 16 maio 2002

7 comentários:

Rute disse...

É muita gente não é mesmo?
Cada um com suas qualidades e sentimentos.
Beijos e ótimo final de semana

Bell disse...

Na nossa vida, vai passar todo tipo de gente, alguns teremos sdd outros daremos graças a Deus por terem se afastado.
Tudo é aprendizado, afinal lidar com o ser humano é uma tarefa difícil.

tenha um lindo fds =)

JP disse...

Há gente para tudo, diz-se por aqui...

Cada um com seu feitio, maneira de ser e valores.

Abraço

quem és, que fazes aqui? disse...


:)
Gostei desta passagem "a rigidez de um entendimento por demais atravancado." Não me vou esquecer desta expressão quando der de caras com um "atravancado".:)

Beijo

Laura

GL disse...

A dificuldade - e o segredo para a sobrevivência - está em saber lidar com todos eles de acordo com a sua personalidade.
Dificil, mas não impossivel!

Abraço.

manuela barroso disse...

Na varedade salva-se gente que nos ajuda a crecer em sabedoria
Bji

Paloma disse...

Ainda bem que há gentes e gentes, se fosse tudo igual a vida seria sem graça...

Bye da Pah
Livros Estrelas