Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

DESENGANANDO

Conjuntos de Painéis Cadinho RoCo, óleo sobre tela, ótimo presente pra quem gosta de arte
DESENGANANDO
     Existem situações a exigirem certo tempo de maturação pra virar assunto, outras surgem já quase que dentro do próprio assunto. Isso porque existem situações que simplesmente emudecem em nós reação imediata, bem como existem outras que nos induzem a algum pronunciamento. O que então faz com que por muitas vezes sejamos surpreendidos até por nós mesmos. Por isso é que no amanhã habita o mistério capaz de confundir e até anular o antes previsto.
     Aliás, viver de previsão é algo no mínimo sem graça, porque a vida sem surpresa integra-se à monotonia que não consegue nos remeter às melodias brotadas de desafios e revoluções que buscamos e creio que até precisamos estimular.
     Essa coisa de viver no certo do acertado sem margens de erros, sei não, me cheira a enganação.
Belo Horizonte, 02 dezembro 2013 
OVELHA NEGRA
     Nada de preconceito. Tudo que dizem e pensam da ovelha negra poderá ser mentira da grossa. Não é pelo fato de ser ela negra, que seu comportamento deverá ser assim, ou assado. Aliás, essa mania de generalizar e concluir por antecedência o que poderá ou não vir a ser, é mesmo terrível.
     Nada de resistências extraídas do eventual. A ovelha negra passeia pela praça como qualquer outra ovelha, sem ter que por isso ficar dando ou merecendo conceitos e considerações. O que também dispensa a criação de movimentos, associações, grêmios ou instituições de defesa à sua existência, que em última instância passa a revelar um tremendo e não menos contraditório preconceito.
     Nada de diferenças. Da ovelha negra a evidência da semelhança que faz dela ovelha como tantas outras.

Belo Horizonte, 02 outubro 2002

4 comentários:

Célia Rangel disse...

Viver sempre é uma imprevisibilidade... então, vivamos o hoje, e só. Depois, a gente resolve!
Abraço.

Bell disse...

A vida sem surpresas torna-se monótona.
Ser uma ovelha negra, pra muita gente é algo ruim pq foge dos padrões sociais. Mas são essas pessoas que são espontâneas e mais felizes, não precisam se esconder atrás de máscaras sociais para buscarem aceitação.
Tudo que foge dos padrões normais da sociedade é visto como algo anormal.

Carla Ceres disse...

Gostei da Imagem do Dia. Boa semana, Cadinho!

Kellen Bittencourt ( Trilhamarupiara) disse...

Olá amigo, muito bom texto, continua bem atual, tbém não gosto da previsibilidade, gosto de surpresas e de mudanças! Abraçosss