Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

ATENTO

SÉRIE XAMÃ dos Folhetos Cadinho RoCo
ATENTO

Xamã se alimenta
Com morder mais que afiado
Fica só espreitando
Lado de cada lado.
Cão não tá brincando
Só quer ser respeitado
Brincadeira só pra quando
Apetite estiver saciado.
Depois do banho então
Aí sim é que ração
Anima mais a comilança.
Bicho come com toda disposição
Sem se permitir a qualquer distração
Pra não atrapalhar a festança.
Belo Horizonte, 23 janeiro 2014
DISCURSO E COCHICHO

É vento que sopra
Presença que surge
Dia que passa
Noite que vem.
É agora e depois
Ontem amanhã
Desejo confuso
Na fusão dos fatos.
É assim mesmo
Que mesmo assim
Tudo continua.
É luz e sombra
Discurso e cochicho
Na alma da vida.


Belo Horizonte, 30 março 2003

4 comentários:

Laura Santos disse...

Xamã não se distrai, mas vai controlando tudo pelo canto do olho...:-)
Como o vento que leva e traz lembranças, que afaga ou fustiga, a nossa alma tenta dia após dia, noite após noite, sublimar o dito e o não dito, o declarado e o sugerido, a luz e a sombra, o sol e a lua.
xx

Carla Ceres disse...

Se nem os gatos gostam que mexam com eles quando estão comendo, imagine só um cachorro que vai ser grande e, dependendo da educação, pode ficar feroz. O Xamã tá certíssimo. Alimento é coisa séria. :) Abraço!

Célia Rangel disse...

Xamã sabe que permitir nessa hora é a maior roubada. Defende o que é dele por direito! Certíssimo!
Abraço.

Juliana Medeiros disse...

lindo poema, como os d+!
Xamã esta certo de defender o que é seu.

Juliana Medeiros
umabonecamasnaodeporcelana.blogspot.com.br
facebook.com/UmaBonecaMasNaoDePorcelana