Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

COMUNICANDO

SÉRIE XAMÃ dos Folhetos Cadinho RoCo
COMUNICANDO
     Aquilo que você programou para o dia é exatamente o que acontece no dia? Lógico que em cada dia há sempre uma surpresa ou outra a desafiar nossa criatividade, nosso poder de conquista, ou esquiva.
     Mas existem coisas que fazemos todos os dias por força dos hábitos que cultivamos. Xamã não precisa de relógio pra saber dos seus horários de alimentação. Quando ração não aparece naquela hora cão reage de um ou de outro jeito. Com isso Xamã mostra haver forma diversa de comunicação, porque via gestos e reações transmite o que não fala, por só saber latir. Mas, no latido do Xamã há dizeres surpreendentes.
Belo Horizonte, 08 janeiro 2014
IDÉIAS
     Vamos e voltamos a lugares que nunca são os mesmos. Ruas de lembranças construídas agora, por casas nunca vistas antes. Há surpresa na lembrança e no sentimento que tenta o esbarro em referências perdidas e achadas em nossos íntimos.
     Para quem já viveu nascer outro não é diferente, muito embora não seja a mesma coisa. A diferença está em tudo, para que não percamos a ânsia da caça pelas semelhanças.
     Cavalgar à margem do rio é estar indo para a nascente ou para o mar. Nascer para o rio, é ir para o mar. E o mar é infinito que desafia medida, início e fim. É como a noite que sempre parece ser a primeira e a última. Mas eis que entre cada dia ela aparece, para que entre seus mistérios também apareça o dia.
Belo Horizonte, 20 janeiro 2003


4 comentários:

Célia Rangel disse...

Xamã - é a inteligência expressa em sua condição animal.
Em se falando de lugares e lembranças... a saudade é infinita...
Abraço.

Ritinha disse...

Bom dia!!!
Feliz 2014, estou de volta e aos poucos vendo tudo o que postou enquanto estiver fora,afinal sou sua fã, mas entre festas, alguns acidentes e alguns contratempos, estou por aqui e com calma irei comentando tudo.
bjs
Ritinha

Carla Ceres disse...

Oi, Cadinho! Li que tem uma firma desenvolvendo um aparelho que interpreta os latidos do cães. Ele traduz frases como "Estou com fome", "Quem é você?" e "Estou cansado". Acho que um dono experiente não precisa de aparelhos pra entender esses latidos. Abraço!

Artes e escritas disse...

Feliz 2014! O mar e a nuvem tem a semelhança de serem diferentes a cada momento, Xamã é pajé. Um abraço, Yayá.