Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

sábado, 4 de janeiro de 2014

EVOLUÇÃO PROMISSORA

SÉRIE XAMÃ dos Folhetos Cadinho RoCo
EVOLUÇÃO PROMISSORA
     Passado o tempo das festas eis que surgem dias a moverem nossos propósitos para o que buscamos alcançar.
     Para Xamã a vida segue mostrando um mundo de alternativas e caminhos a exigirem força e resistência do animal filhote. Sua busca pelo crescimento mostra transformação em seu corpo que ganha dimensão e jeito outro de agir. As mordidas evitam o que não deve ser mexido e a inteligência revela atitudes a mostrarem sua fidelidade e determinação em proteger o seu espaço.
     Xamã não se mostra um cão indolente, muito antes pelo contrário.
     Xamã é cão obediente e por isso mesmo conquista apreço e admiração de quem tem contato com ele.
Belo Horizonte, 04 janeiro 2014
ÁGUA PASSANDO
     - Muito se diz, pouco se sabe do que foi o que já não é.
     Assim inicia nova fala do Cavaleiro da Meia-Noite.
     - É muita água passada por este rio de velhas histórias que chegam até a fazer dele espécie de esgoto. São tempos idos que desafiaram e continuam desafiando a descoberta de caminhos tão diversos. Se antes a proposta era o ouro, hoje a intenção é dar vida à morte da água. E há quem acredite que água não morre.
     Depois de tanto abuso e desprezo, consciência acorda percebendo sede estampada bem à margem do rio. É água infestada, envenenada, doente e, como dizem, intoxicada. E se da luz insistem em transformar noite em dia, do chão não cessam de esconder a terra. Água vem sem ter onde mergulhar. Escorre pelo chão liso, alucinada. Depois de enfurecida, rompe trilha arrebentando tudo, indo em busca do rio que é seu berço. E há quem insista em não querer acreditar na força da chuva.

Belo Horizonte, 08 janeiro 2003

2 comentários:

Pérola disse...

A água tem força hercúlea tal como a vontade se assim quisermos.

Beijinhos

Célia Rangel disse...

Se pensarmos bem, á a água o único líquido de vida que Cristo deixou para nós! Mas, como nós, os homens, desvirtuamos tudo... passamos para os refrigerantes e o álcool. Mas, a pureza, a saúde, a higiene está na água que infelizmente não valorizamos e sequer respeitamos, por exemplo, o curso do rio... que invade, destrói, pela falta de respeito do homem que constrói em suas margens!
Xamã, garanto que já entende a utilidade da água em sua vida!
Abraços.