Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

domingo, 19 de janeiro de 2014

SUGESTÃO DE VANGUARDA

SÉRIE XAMÃ
dos Folhetos Cadinho RoCo
SUGESTÃO DE VANGUARDA
      Mais uma sugestão Xamã, desta vez para construtores.
     É fato haver expressiva população de cães que habitam em residências, sejam elas casas ou apartamentos. O interessante e até estranho é observar que apesar de serem muitos os anúncios de vendas de apartamentos, sobretudo nas grandes cidades, não haver em nenhuma dessas propagandas menção aos cães. Áreas para brincar e interagir com cães, cômodos servidos para cães dormirem e ficarem, digamos, em espaço previamente projetado pra eles, instalações arquitetadas para higienização dos cães e até a possibilidade da criação de canis coletivos para que cães não fiquem sozinhos na ausência de quem cuida deles.
     Absurda a sugestão do Xamã? Ele responde dizendo que muito do que é oferecido hoje pelos condomínios, ontem era tido como absurdo.
     É caso a ser pensado.
Belo Horizonte, 19 janeiro 2014
LINHA DO HORIZONTE
     Assuntos que interessam, assuntos que não interessam. Quando resolvemos dialogar, ficamos expostos ao que poderá ou não agradar. Quando resolvemos escrever, ficamos diante do simpático e do antipático. Quando resolvemos viver, ficamos entregues aos erros e acertos.
     É mesmo errado crer só nos acertos.
     É mesmo certo buscarmos o entendimento dos erros.
     Assuntos que interessam, assuntos que não interessam. Noites agradáveis, noites desagradáveis. E na aparente apatia das coisas, revoluções inteiras poderão estar acontecendo. Até porque nem sempre conseguimos decifrar o que de fato estão transmitindo as aparências. E de um breve salto, eu e o cavalo Robiara desaparecemos da linha do horizonte.

Belo Horizonte, 04 abril 2003

4 comentários:

Célia Rangel disse...

Você e o Xamã estão corretíssimos em suas reivindicações!
Abraço.

Laura Santos disse...

Realmente é incrível que ainda ninguém no sector da construção se tenha lembrado das necessidades dos cães enquanto projecta tantos edifícios. Seria um sucesso apresentar todas essas facilidades para cães.
A vida é feita de de coisas interessantes e desinteressantes, de simpatia e antipatia. A escrita terá de ser por vezes um reflexo de todos os opostos e de todas as nossas contradições, certezas e dúvidas.
Ah,não sabia que o cavalo se chamava Robiara!...:-)

Marisa Giglio disse...

Sugestão bastante interessante . Gostei . Boa semana . Beijos

Nita Oliveira disse...

Feliz ano de 2014!!!
Beijo.
Nita