Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

quarta-feira, 26 de março de 2014

CARA PRETA

SÉRIE XAMÃ em curso e SÉRIE ESTRADA REAL nascida em setembro de 2003 dos FOLHETOS CADINHO ROCO
CARA PRETA
     Ao ver foto do Xamã, Roberto constata de imediato ser ele cão bravo, muito bravo. Sugeriu que eu tome cuidado e cuide muito bem dele porque pelo jeito na foto o cão é bravo. E continua dizendo coisas relacionadas aos cães da raça Pastor Alemão. Repete ser Xamã bravo porque todo Pastor Alemão da cara preta é bravo.
     Eu não sabia desse detalhe, Roberto confirmou afirmando ser essa característica muito popularizada por aí: cão Pastor Alemão da cara preta é bravo. E disse ainda que o bicho tem capacidade de memorizar quem bate nele enquanto filhote dentro do seu jeito agressivo de ser por puro instinto.
     Xamã, ao saber disso, ri e diz que é assim mesmo, mas que também guarda em seu coração quem trata dele com carinho.
Belo Horizonte, 26 março 2014  
DORICO
     Ele foi um descendente de escravos e viveu na Fazenda do Cipó. Morreu na década de oitenta, do século passado, mas permanece vivo na lembrança e crença daquela gente que habita ao longo da Serra do Cipó.
     Fato é que o Dorico tornou-se popular por possuir a singular facilidade de achar coisas. Um dom, como outro qualquer que passa a conviver com a pessoa sem maior explicação. Aliás, se houvesse explicação pra tudo, o que seria do mistério? E se tivéssemos tudo sempre à mão, jamais teríamos a chance de experimentar as perdas, que em alguns tantos casos representam verdadeiros ganhos.
     Mas, mesmo já não estando entre nós, Dorico dá o seu jeito para achar aquele objeto perdido. Para o pessoal da Serra do Cipó, se perdeu algo o melhor a fazer é pedir com fé para o Dorico, que ele leva a gente no lugar certinho da coisa perdida.
     Agora se o Dorico é capaz de contribuir para aquelas questões afetivas tão perdidas por aí, disso ninguém comenta.
Belo Horizonte, 17 novembro 2003

2 comentários:

Carla Ceres disse...

Oi, Cadinho! Por mim, seria ótimo se o Xamã marcasse e mordesse quem o maltratasse. Acho até bom que as pessoas tenham medo dele porque vão pensar duas vezes antes de tentar fazer qualquer maldade. Abraço!

Evanir disse...

Muitas vezes só necessitamos de uma palavra de conforto, de ânimo,
de alguém que dedique um pouco do seu tempo para nós.
E são nessas muitas vezes que encontramos nossos amigos virtuais!
Hoje venho te abraçar pelo dia do amigo virtual.
Você é benção na minha vida.
Quero estar em sintonia contigo
por muitos anos .
Como muito carinho deixei um mimo na postagem,
simples mais de todo coração.
beijos te agradeço pela nossa amizade.
Evanir.