Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

quinta-feira, 13 de março de 2014

MOVIMENTO CONSTANTE

SÉRIE XAMÃ em curso e SÉRIE ESTRADA REAL nascida em setembro de 2003 dos FOLHETOS CADNIHO ROCO
MOVIMENTO CONSTANTE
     A vida é composta por caminhos diversos que também podem ser entendidos como escolhas que então passam a ser assumidas por nossos passos, por esse nosso caminhar.
     Xamã já reconhece lugares próximos de casa, cheiros de lugares específicos. Mesmo quando mudo direção Xamã sabe que em algum momento a ida se transforma em volta para casa.
     A vida então é um amontoado de idas e vindas, é o que sente Xamã dessas nossas caminhadas diárias. Mas, num mesmo instante Xamã complica situação dizendo não haver volta na vida. Aquela casa que deixamos pra sair é outra quando chegamos nela de novo porque tudo está em constante movimento.
Belo Horizonte, 13 março 2014
PASSADO PRESENTE
      “A menina pra ser bonita/ Há de ter falha no dente/ Para fazer semblante alegre/ Pra fazer paixão na gente.”
     A trova vem lá dos tropeiros, com autoria desconhecida. Idéia vinda de algum cavalgar solitário e saudoso a compor versos enquanto tempo passa. E tome paixão no lombo da vida.
     A estrada pra ser bonita tem mesmo que ter poesia. E no passado presente da Estrada Real, versos outros vão surgindo nesse eterno vagar da vida, que caminha em busca de alegria, pra fazer paixão na gente.

Belo Horizonte, 03 outubro 2003

6 comentários:

Laura Santos disse...

Um misto de rotina e de novidade nessas caminhadas com Xamã, que adorará essas passeatas.
Achei graça nessa trova...:-)
xx

Bell disse...

Xamã é espertíssimo e surpreendente =)

Anne Lieri disse...

Cadinho, esse seu Xamã é mesmo muito esperto! Adorei a trova tb! Nenhuma menina gosta de ter falha no dente e os tropeiros pelo jeito sabiam como conquista-las!...rss...Quanto a sua publicação em meu blog eu é que agradeço e quando tiver algum texto que queira postar me avise que meu blog é pra divulgar os escritores de talento e batalha como vc! Abraços,

Célia Rangel disse...

Estar caminhando nas aventuras do Xamã é muito prazeroso. Ele faz a estrada da vida ficar bem mais bonita e animada!
Abraço.

Carla Ceres disse...

Oi, Cadinho! Já comentei sobre o poema no Facebook. Agora voltei pra dizer que suas reflexões a partir do Xamã são ótimas. Abraço!

Manuel Luis disse...

Conheci um pintor que queria pintar muitos quadros em pouco tempo, desafia os grandes da nossa história, veja a reportagem no meu blogue, de la mancha.
Obrigado pela partilha.
Um abraço