Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

domingo, 9 de março de 2014

SOMBRIO

SÉRIE XAMÃ em curso e SÉRIE ESTRADA REAL nascida em setembro de 2003 dos FOLHETOS CADINHO ROCO
SOMBRIO
     É tão evidente quanto inegável que estamos em um Brasil apreensivo, sombrio e manchado por  manchetes a causarem verdadeiros sustos em nós.
     As coisas mudaram muito, como mudam sempre, mas não necessariamente para o sofrimento e ceticismo do que está por acontecer. Existe sim uma enorme ameaça solta no ar, muita gente em busca de alívio frente a tanta pressão.
     Pra Xamã o que existe é a falta de mais poesia e menos truculência, mais entendimento e menos conflito, mais honestidade e menos corrupção de valores essenciais a um convívio harmonioso entre as pessoas.
     Quando nos vemos em um País cuja justiça passa a agir em favor da bandidagem isso é sinal de que estamos expostos a realidade perigosa demais para que possamos viver em paz.
Belo Horizonte, 09 março 2014  
RISOLETA NEVES
     Morreu ontem no Rio de Janeiro, Dona Risoleta Neves. Que a viuva do Presidente da República Tancredo Neves e avô do atual Governador de Minas Gerais, Aécio Neves, descanse em paz.
     Em um dos aniversários da Rede Ferroviária Federal, como parte dos festejos havia uma viagem para autoridades, entre Tiradentes e São João D’El Rey, naquele trenzinho impulsionado por legendária locomotiva a vapor, carinhosamente chamada de “Maria Fumaça”. Entre outras personalidades, lá estava Dona Risoleta. No meio da viagem, inesperado acontecimento. A locomotiva pára ao deparar com um boi, ou vaca, deitado sobre os trilhos. Lembrei-me imediatamente do dito popular a fazer menção de empecilho qualquer, com a metáfora: “tem boi na linha.” Interessante ter vivenciado aquele momento agora vindo à memória por ocasião da partida de Dona Risoleta que naquele episódio demonstrou paciência sublinhada por sua elegância impecável.
     Ela foi sepultada hoje no túmulo do marido Tancredo, em São João D’El Rey, por onde passa a histórica Estrada Real que acolhe com carinho essa mulher que permanece como exemplo vivo de um poder marcado pela força e pela discrição.

Belo Horizonte, 22 setembro 2003

3 comentários:

Daniel Costa disse...

Cadinho, um post de verdadeira informação. É a variedade que dá alegria.
Abraços

Marisa Giglio disse...

Gostei muito , Cadinho . Beijos

António Jesus Batalha disse...

Blog encantador,gostei do que vi e li,e desde já lhe dou os parabéns, também agradeço por partilhar o seu saber, se desejar visitar o Peregrino E Servo, ficarei também radiante
e se desejar seguir faça-o de maneira que possa encontrar o seu blog, porque irei seguir também o seu blog.
Deixo os meus cumprimentos, e muita paz.
Sou António Batalha.