Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

quarta-feira, 21 de maio de 2014

INCERTOS

SÉRIE XAMÃ
FOLHETOS CADINHO ROCO
INCERTOS
     Depois que a gente passa por alguns bons momentos na vida, meu caro Xamã, as coisas assumem dimensão bem distinta daquela que antes era alimentada por essa curiosa mistura composta pela ilusão e pela esperança. Com o passar do tempo a ilusão amadurece fazendo apodrecer muito daquilo que antes esbanjava de vigor a esperança.
     O tempo é mesmo algo engraçado e direi até caprichoso. Mas como conviver sem o tal do tempo? Não dá pra gente abrir mão do tempo e nem tão pouco da ilusão que, no fundo, é de um realismo extraordinário. Dá pra gente viver sem esperança?
     Na realidade a vida é mesmo um amontoado de contradições a imporem sobre nós desafios constantes.
     A certeza só existe para nos mostrar o quanto somos tão incertos.
Belo Horizonte, 21 maio 2014
COISAS DO FUTEBOL
     Na metáfora do futebol, ocasiões marcadas por passes lances jogadas nem sempre oportunas. Táticas a valorizarem por demais a defesa ou a fazerem uso sem valia de ataques resultados em nada. Bolas na trave, lançamentos equivocados, dribles promessas idas além campo. É bola fora.
     Times justificados por depoimentos a minimizarem ausência de êxitos resultados em constantes empates. No zero a zero do placar, expectativa do gol que insiste em não aparecer.
     No futebol da metáfora, jogo perigoso. Pisar na bola pode resultar em feio tombo. Brincar na área pode exigir criação de pênalti fatal. De tanto ficar entre defesa e ataque, tempo passa no meio de um campo sem criatividade sacrificando jogo inteiro. Pior é não perceber que entre falta e outra, existe aquela que encerra jogada ao provocar a tal lei do impedimento.
     No futebol Taís, a surpresa de inacreditáveis resultados.

Belo Horizonte, 08 junho 2004

5 comentários:

Carla Ceres disse...

Filosofou bonito, Cadinho! Concordo com você. Abraço!

Regina Magnabosco disse...

Acho que o tempo é o tema que mais intriga os seres humanos. Sabedoria grande é saber utilizá-lo bem, sem desperdício, mas também sem atropelo, com amor.
Abraço, Cadinho.

Bell disse...

Gostei =)

Patricia Galis disse...

Belo escrito gostei do final:
A certeza só existe para nos mostrar o quanto somos tão incertos.

Laura Santos disse...

Existem alturas na vida em que a ilusão é a grande realidade, e as certezas que temos vão sendo destronadas do pedestal onde as colocámos, pelo mestre de cerimónias que é o tempo. Tempo que lapida e depois delapida os nossos sonhos e o nosso corpo.
O futebol pode servir de metáfora para muitos aspectos da vida, porque tem gente que só atrasa a bola, outros que só chutam para fora, e outros estão sempre em fora de jogo.
xx