Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

sábado, 21 de junho de 2014

DEPURANDO

SÉRIE XAMÃ
FOLHETOS CADINHO ROCO
DEPURANDO
Xamã chega à conclusão
Que amor é fascinação.
Cão sabe que nesse mundo
Do limpo sempre surge o imundo.
Amor é mais que averiguação
Por ser resposta sem conclusão.
Infinito é mais que profundo
Mundo é mistura de raso e fundo.
O fato Dona Maria
É que cada dia
Tem lá sua valia.
Mundo tanto fia
Quanto desafia
Amor dispensa mera valentia.
Belo Horizonte, 21 junho 2014
RUMO DIFERENTE
     Aguardo telefonemas que não recebo. Atendo telefonemas inesperados. Aí tenho que sair para algum lugar que não estava em meus planos. Mas não vou onde quero ir. Mas também nem sei direito que lugar é esse.
     Deparo com interessantes novidades. E quando caminho distraído, eis que percebo aquela jovem carregando um, dois, três, quatro sacos plásticos repletos de mantimentos. A tarde está calma e a rua tranquila, quase sem movimento. Mais tarde é possível que chova. E para a noite, a sensação de um bom descanso. Mas é provável que não seja assim.
     E aqueles telefonemas? É possível que aconteçam amanhã. Deixo tempo passar em paz. Outra jovem em meu caminho, que anda firme e compenetrada. Mas parece estar cumprindo trajeto rotineiro. Atravessa a rua, entra no Mercado Central e desaparece tomando rumo diferente do meu.
Belo Horizonte,  15 outubro 2004



2 comentários:

Elvira Carvalho disse...

A vida é sempre um enigma.
Um abraço e bom fim de semana

Célia Rangel disse...

No mundo aquele que descobre o amor e o vive em sua intensidade, sabe fascinar-se com tudo e com todos.
Abraços.