Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

quinta-feira, 17 de julho de 2014

ABENÇOANTE



SÉRIE XAMÃ
FOLHETOS CADINHO ROCO
ABENÇOANTE

Na Fazenda Santa Helena
Até amada Marieta
Surge aqui como minha pequena
Leite de vaca direto da teta.
Amanhecer de brisa amena
Felicidade só não se faz completa
Porque de longe Xamã acena
Saudade que tanto me inquieta.
Mas em meio a essa mansidão
Guilherme e Tucha vivem pura paixão
Com Bárbara e Eduarda nesse chão.
Vó Elayse abrindo capela pra oração
Senhora do Carmo trazendo sua benção
Isso aqui é céu paraíso no coração.
Leopoldina, 17 julho 2014
SENTIDO INVERSO
     Enquanto só encontro descida pelas trilhas desse buraco, eis que deparo com Franco vindo em sentido contrário, ou seja, subindo. Pergunto-lhe sobre o que viu e viveu por onde passou e para onde está indo. Ele então diz que transita, como eu, pelas trilhas que vão surgindo desse nosso mesmo buraco. Diz ainda que desceu muito e que depois de determinado momento as subidas começaram a surgir. Tal como eu, ele não tem como retornar, nem valer-se de qualquer indicação minha. Estamos em situação semelhante. Assim é que seguimos, cada qual com seu caminho, agora em sentido contrário. Mas, diante das encruzilhadas, desvios ou meras bifurcações, poderemos estar assumindo rumos diferentes.
     Sigo descendo por aquela trilha, que então apresenta outra curva e a aparição de dois caminhos. Seguirei em qual deles?
Belo Horizonte, 28 dezembro 2004

3 comentários:

Carla Ceres disse...

Divirtam-se na fazenda, Cadinho! Abraço!

Bell disse...

O contado com a natureza é sempre bom =)

Célia Rangel disse...

Decidir caminhos... difícil quando a situação é filosófica...
Abraço.