Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

sábado, 15 de novembro de 2014

TELEFONEMA



SÉRIE XAMÃ dos
FOLHETOS CADINHO ROCO
TELEFONEMA
     Foi um telefonema repentino vindo de Santa Catarina. Ela, com voz aveludada, disse ter recebido textos que escrevo por intermédio de uma amiga. É empresária que agora lança revista no sul do Brasil, com padrão europeu, ficou interessada em falar comigo e perguntou:
     - Você só escreve o que escreve?
     Olhei para o cão Xamã assustado, busquei resposta.
     Até hoje só consegui escrever o que escrevo valendo-me de trabalho que exige um bocado de mim. Mas, não sou fixado a tema, ou segmento específico, se é isso o que procurou saber com sua indagação.
     O trabalho que desenvolvo, via folhetos, é solto e, por isso mesmo, permitido aos mais diversos assuntos.
     Ela quis conversar mais, perguntou se estou acessível a uma proposta de trabalho, disse que sim, conversa continuou no cá entre nós.
Belo Horizonte, 15 novembro 2014     
DESIGUAL
     Quando viagem muda de rumo muita mudança acontece. Muda assunto e até percepção dos sentidos sofre mudança jeito de perceber sentir movimentos do mundo. Muda o ar e talvez até o espontâneo do agir. Muda maneira do dia ser e do acontecer que traz a noite com traçado outro. Mas, no fim é tudo mesma coisa no desigual de cada coisa.
     Vem lembrança antiga trazer semblante Renata que ri brinca e faz tempo lembrar de quando o agora era outro. Mas ela mesma pessoa aparece esperta e veloz na memória esquecida por mim. Cavalo Noturno parece esperar sempre esclarecimento qualquer. Expectativa?
     Quando viagem muda, sonho traz novo sonhar.
Belo Horizonte, 11 janeiro 2006

Um comentário:

Bárbara disse...

Boa tarde Cadinho

Cada etapa de vida há mudanças e temos que purgar dela as desavenças e saborear a vitória.
Obrigada
Bárbara