Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

LIÇÃO DO MAR



SÉRIE XAMÃ dos
FOLHETOS CADINHO ROCO
LIÇÃO DO MAR
     Xamã conhece muita coisa por puro e simples instinto.
     Imagine o mar em toda sua extensão estando você na praia. Vê lá na frente, lá longe a água começando a formar aquela onda? A água vem, cria volume da onda que mais à frente mostrará toda sua imponência para se entregar ao encanto da rebentação.
     Note que quando a onda nasce conseguimos conviver bem com ela em seu movimento constante. Mais um pouco e já não damos conta de estarmos com ela de maneira harmoniosa. Ela ficou grande, se permitiu ao estouro da sua queda natural e aí já não dá para mantermos o nosso comando.
     Xamã então percebe que quando perdemos a capacidade de dirigir nossos atos, nos tornamos reféns das ondas impostas pelo mar dos acontecimentos.
Belo Horizonte, 05 fevereiro 2015
SOBERANIA
     Pesquisadora sente percebe mudança de direção nos ventos das pesquisas. É a pressão trazida pela evidência dos fatos que cedo ou tarde surgem aparecem como que por encanto.
     Pesquisadora percebe agir outro no comportamento das pessoas que são os verdadeiros sustentáculos das pesquisas. Aquilo que parecia ser simples resultado de um processo, passa a impor relato outro. É quando os discursos vão assumindo postura outra, por já não darem tanto crédito ao que antes parecia imposto pelas pesquisas.
     Não somos nós os dependentes das pesquisas; elas sim é que dependem de nós.
Belo Horizonte, 17 setembro 2006  

4 comentários:

Bruxa disse...

Bom dia!
Bom texto! Às vezes me pego pensando sobre isso - como somos abençoados por sermos "livres" e termos controle de nossos atos enquanto tantos não têm esse direito. Gostei do comparativo com as ondas, agora, qdo olhar para o mar, me lembrarei disto também.
Abração e ótimo dia.

Carla Ceres disse...

Oi, Cadinho! Muito inteligente o modo como você recorre ao Xamã para compor textos sobre a vida humana. Abraço!

Bell disse...

Somos iguais a natureza, inexplicáveis e misteriosos.

Reflexo d'Alma Fase 2014 disse...

Eu adoro vir aqui,
me sentar e ouvir essa
sua conversa boa.
Ler você aqui é assim:bom.
Bjins
CatiahoAlc.