Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

quarta-feira, 16 de março de 2016

EVIDENCIADO

EVIDENCIADO
     Tem gente que se mostra num engano tão grande que a evidência da verdade não consegue ser percebida. Há sempre uma saída para a invenção de versões e para a inversão de relatos. Mas quando chega a verdade, aí não há como querer deslocar o evidenciado para cá ou para lá.
     Podemos até não aceitar a verdade, mas que ela existe isso é que não dá pra negar.
Belo Horizonte, 16 março 2016
ABSURDO
     Mãe faz ligação telefônica para participar de programa em emissora de rádio. Diz ter a filha trabalhado para candidata à prefeitura que ganhou eleição. Filha então ganhou emprego da prefeita eleita e agora dia desses foi demitida por motivo de traição. Disse tudo assim, assim, assim. Tudo ouvido por ouvidos meus que ouço e digo ser quem sou: João da Barra. Isso pode, pode, pode?
     Se filha trabalhou pra candidata isso dá a ela direito de tornar-se servidora municipal? Sabe o que é isso, sabe, sabe, sabe? Barganha, venda, troca, compra de voto, trato negociado com dinheiro público. Se filha traiu ou não traiu prefeita é assunto menor. Aliás, mãe trai quando vai a público e diz o que disse por que isso é muito grave, sério, crime, crime, crime.
     E câmara municipal onde está com seu poder de fiscalização? Vai averiguar isso não? Vai apurar uso indevido do poder executivo com contratação irregular não?
     Enquanto for essa a mentalidade de um município, estado e país estaremos todos atolados num atraso próprio de quem usa e abusa da boa fé das pessoas mais puras e menos informadas. Entendeu, entendeu, entendeu?  

Grussaí, 31 março 2010

2 comentários:

Nuno Filipe disse...

Olá amigo

A Politica tem coisas que não são para entender. O que dizer de Lula da Silva ser agora convidado para ser ministro para ganhar imunidade? Será justo ou injusto, olhando a dizer-se que está envolvido em casos de corrupção?
.
Deixo cumprimentos

Ana Freire disse...

A verdade sempre existirá!
E nem a repetição sucessiva de uma mentira... a conseguirá esconder!...
Cedo ou tarde... ela sempre vem á tona!...
Abraço!
Ana