Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

sábado, 17 de setembro de 2016

ENCENAÇÃO



ENCENAÇÃO
     Para escapar da prisão ele é capaz de fazer qualquer coisa e se preciso for, de chorar também. Fará uso da memória destacando passagens difíceis e emocionantes tirando proveito do que for possível posto ser mais importante a causa do que o escrúpulo. Lógico que untando as palavras com tonalidade afetuosa e não menos embargada por forte emoção.
     Para escapar da prisão o jeito é inverter valores na intenção de mostrar seu forte apreço à liberdade, antes sua do que de quem quer que seja, porque na democracia há de se preservar o líder, ainda que esse esteja mais alinhado com a tirania. Mas isso não importa agora.
     Para escapar da prisão mais vale a encenação do que a incontestável soberania da verdade sobre a mentira. Será?
Belo Horizonte, 17 setembro 2016
SOMOS MAIS
     Na infinita maioria das vezes viajei sozinho em minha vida. Aliás, no mais de tudo que faço não conto diretamente com ninguém. Tenho facilidade pra elaborar e desenvolver trabalhos em que consigo fazer tudo, ou quase tudo sozinho.
     Batistão diz que o importante mesmo é conseguir realizar aquilo que nos projeta para o que tanto pode ser ganho como lucro, ou realização que contribua para o nosso viver como um todo que não se restringe só ao nosso eu. Aliás, no eu de cada um eis que perambulam outros seres, ainda que de maneira sombria.
     Não temos como ser só o que somos.
Belo Horizonte, 11 novembro 2011

Nenhum comentário: