Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

sexta-feira, 24 de julho de 2009

VINDA DA ESTRADA

Fazia tempo que eu não vinha a Juiz de Fora
VINDA DA ESTRADA
Chego à cidade pessoas estranhas eu na ida ao endereço marcado. Conversa ruas avenidas prédios gente que passa pra lá e pra cá.
Grávida, quatro meses, semblante em páz. Sonhos e propósitos. Conversa que vai para o nascimento do primeiro filho.
Cidade que acontece lá fora, muito que fazer. Ela num assunto que não acaba anuncia cansaço. E a tarde avança pela passagem saída da estrada.

Juiz de Fora, 24 julho 2009
ETERNO FIM
Há sempre muito o que fazer.
Muito que buscar, muito que encontrar, muito que viver.
Há sempre muito a ser compreendido.
Há sempre um motivo a mais para amar.
Há sempre uma razão a mais para entender o amor sem querer possui-lo, posto não ser ele posse de ninguém.
Há sempre uma revelação.
Há sempre um jeito novo para o renovar do viver, cujo fim está sempre por ser entendido.
Belo Horizonte, 23 outubro 2006

6 comentários:

Cleo disse...

Sempre bom viajar. Novos horizontes, novas pessoas, novos assuntos, novas paisagens, a vida acontecendo. Que beleza!

E o amor? ah!, o amor, sempre vários motivos para amar.

Beijos e feliz sexta-feira.
Cleo

DO disse...

Gostei deste "eterno fim".
Otimo fds a vc,Cadinho.

Abração!!

Mah (Mayra Lobão) disse...

Olha só, fizemos mais um post da série "Essa imagem faria você perder aquela garota"... Dá uma olhadinha lá ;D

HSLO disse...

São varios os motivos para amar...aff.
Belo post amigo

Abraços

Hugo de Oliveira

Márcia(clarinha) disse...

Em todas as estradas cabem pessoas estranhas, afinal também somos, não?

Estou doente para possuir o amor, mas prometo deixá-lo livre. ;-)

lindo dia
beijos

meus instantes e momentos disse...

saudades de Juiz de Fora, a mais carioca das cidades mineiras.
Um Abraço
Maurizio