Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

O MAR AMOR

Continuo com o problema da liberação de comentários por aqui, pelo que peço a compreensão de todos caso alguns não sejam publicados. Estejam certos de que aqueles comentários que consigo ter acessos esses são publicados sim.

Estou em Grussaí e o que tenho aqui para navegar é um mini moden Velox que não consegue sinal 3G, o que exige ainda mais esforço para que eu navegue e libere comentários.

O MAR AMOR

O amor é glória eterna, bem supremo, sentimento mais que poderoso e que está sempre a desafiar nossos sentidos.

João da Barra trata o amor sem se exaltar em momento algum e pede que eu olhe o mar lá longe nessa Praia Atafona Grussaí e se quiser Iquiparí Açu, Não é o mesmo mar de horizonte mais que profundo? Assim é o amor que pode ganhar citações e lugares distintos, mas que é sempre ele mesmo a ir pra lá do horizonte a sugerir limite que não existe.

Haverá como guardar o mar em algum lugar?

Haverá como querer que o mar não exista no contexto dessa paisagem toda?

Belo Horizonte, 17 dezembro 2009

SEM IMPORTÂNCIA

Passei a dar pouca importância ao que oportunamente poderá ou não, ser importante. Trata-se de matéria subjetiva. O que para mim poderá parecer ser tão importante, para outra pessoa poderá simplesmente não ter o menor sentido. Aí, mais importante que tudo, será compreender as tantas relações dos valores existentes por aí. O que nem sempre torna-se compreensível. Até porque, em muitos casos, a compreensão surge como algo sem qualquer importância. Daí, a intolerância do que não chega a ser tão importante quanto parece.

Belo Horizonte, 23 agosto 1998

9 comentários:

APreNdIZaDo disse...

Acho que o mar só cabe dentro do peito da nossa alma........

Daniel Savio disse...

Cara, num amor real as vezes se enfrenta tempestades...

A segunda parte, me lembra um pouco a teoria da relatividade (que algo é relativo ao ponto de medição, neste caso o ponto de medição é cada pessoa).

Fique com Deus, menino Cadinho.
Um abraço.

Everson Russo disse...

O mar é a perfeição pra falar junto com amor, é profundo, misterioso, cheio de ondas e nuances, são parceiros perfeitos...abraços amigo e um belo dia.

carol sakurá disse...

"Não é possível se guardar o mar'.
Contudo eu sempre fico submersa ele.

Abs!

Carol Sakurá

JuJu disse...

Que bom que você vê o amor em todas as coisas. E ele está mesmo em todas as coisas.
Passe lá no meu blog e deixe seu comentário!!!

Carla disse...

não é fáCil alimentar-ase o amor, mas compensa
beijo e bom Natal

Mariana disse...

Toda a natureza transmite amor, basta o homem se permitir sentir.

Norma Villares disse...

Caminheiro(a) de evolução,
Uma pessoa sábia encontra seu verdadeiro lugar no mundo, e vive de acordo com o que o destino lhe reserva. Sua força interior alimenta suas ações e todas as pessoas beneficiam com elas.
A chama energética do ser humano de consciência elevada espiritualmente espalha-se além de suas ações no mundo. Aquilo que é invisível e não possui substância física, não tem significação se não influenciar o aprimoramento das ações do homem e de outras pessoas. O sucesso vem para os humildes de alma e coração, que oferecem seus sacrifícios para maior benefício de outras pessoas no mundo.
Que a força e a luz do Cristo que tudo permeia no Universo, posso envolver você e sua família neste Natal. E que esta energia perdure por todo ano de 2010.
Feliz natal!
Ano Novo de muitas realizações
São os votos sinceros
Sublimes abraços.

Sandra Mara disse...

Lendo seu poema me lembrei de uma frase do Amyr Klink q é assim:"O mar não é um obstáculo, é um caminho".
Rendo-me ao mar, ao amor, e aos mistérios q nele se esconde..
Adorei sua visita no "Luz Q Ilumina", mas agora eu o espero no "Brilho da Estrela"..
http://sanmaraujo.blogspot.com
Um FDS iluminado e abençoado..
Beijos meu amigo. Até já já!