Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

quarta-feira, 17 de março de 2010

MOMENTO DELICADO

EM OFERTA

Óleo sobre tela 15x15cm

Mais de 50% de desconto

Veja peças na coluna ao lado

Maiores informações: cadinhoroco@yahoo.com.br

MOMENTO DELICADO

Na prática, observa João da Barra, a teoria é outra.

Depois de passar por votação na Câmara dos Deputados a dita emenda Ibsen, que trata da pulverização do pagamento pela extração de petróleo no Brasil, mexe com a situação de São João da Barra que passa por momento de muita apreensão.

No discurso, o comunismo e o socialismo são calorosamente aplaudidos. No discurso, as pretensões e programas desse governo Lula são exuberantes e a candidatura da ministra Dilma o que há de mais extraordinário. Mas, quando tudo isso passa a ameaçar o nosso patrimônio, aí a conversa muda muito de figura. Razão para que neste 2010, ano de eleição para Presidente da República do Brasil, façamos reflexão profunda e séria sobre o que de fato queremos para o nosso país e para o lugar onde vivemos moramos.

Grussaí, 17 março 2010

CANSAÇO

Gritos e gestos

Gestos e gritos

Gritos gesticulados

Gestos gritados.

Euforia

Afobação

Delírio

Confusão.

E na aparência

Do descanso

O cansaço.

E no gesto

Do grito

O cansaço.

Belo Horizonte, 22 abril 2000

4 comentários:

Daniel Savio disse...

Cara, esta distribuição do dinheiro do Petróleo é no mínimo sacanagem e olho gordo em cima do que é de direito dos outros...

Estranhamente, as vezes os momentos pende o grito bem como silêncio...

Fique com Deus, menino Cadinho.
Um abraço.

Hod disse...

Olá Cadinho, João da Barra corrobora com a teoria de que:
No mundo da idéias tudo é negociável.. Na prática quase tudo!!

forte abraço,

Hod.

Nat Viana disse...

Passei para agradecer o recado no meu blog! Concordo com vc! Bjs

Elaine Barnes disse...

Também estou cansada. O negócio é dormir bem pra elucidar as idéias e melhorar a energia para continuar com alegria e disposição.Quanto a política, não sei amigo, sempre promessas e qdo as coisas dão errado quem paga somos nós.Montão de bjs e abraços cheios de fé