Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

segunda-feira, 1 de março de 2010

NOSSAS BUSCAS

EM OFERTA

Óleo sobre tela 15x15cm

Mais de 50% de desconto

Veja peças na coluna ao lado

Maiores informações: cadinhoroco@yahoo.com.br

NOSSAS BUSCAS

Muita gente diz conhecer muita coisa, muitos lugares. Mas serão tantos os que conhecem Grussaí?

A pergunta vem de João da Barra que diz haver em Grussaí segredos e mistérios muito bem guardados e protegidos.

Eu preocupado com a venda dos painéis, óleo sobre tela de 15x15cm enquanto que João da Barra abre assunto sobre o hermetismo de Grussaí.

João da Barra então diz que tal como acontece em Grussaí, tudo que somos e fazemos vive cercado por mistérios e segredos que nem sempre conseguimos desvendar. O que não quer dizer que, por isso, devemos ficar ao mero dispor de tais mistérios e segredos.

Diante das nossas preocupações, diz João da Barra, devemos estar é com nossa atenção acordada para que possamos perceber e entender as revelações que devem estar sempre na busca das nossas buscas.

Belo Horizonte, 01 março 2010

ENTRE A TAÇA E A TULIPA

O professor Carlão telefonou-me atordoado. Dizia tratar-se da sobrevivência estética do chope do Colúmbia, cuja beleza de sua qualidade tornou-se ameaçada ao serem substituídas as tradicionais tulipas, por taças convencionais.

De fato, da tulipa para a taça há de ser considerada diferença que acaba mesmo comprometendo o chope.

Por ter a sua forma afunilada, a tulipa consegue reter com mais eficácia a temperatura do chope, proporcionando uma degustação tão mais confortável quanto fiel ao sabor obtido de sua extração. Já a taça, tendo o seu bojo quase que totalmente comensurado por uma mesma circunferência, não consegue evitar a perda, ou o ganho de temperatura a aquecer o chope, exuberando o seu sabor amargo e criando uma sensação de peso.

O professor Carlão, como ser sensível ao bom chope, não faz mais que apelar para o bom senso, o que aliás é uma das virtudes do nosso Colúmbia. Por isso mesmo, é que o culto ao chope não deverá ficar estancado entre a taça e a tulipa. Até porque, entre o vaso e a flor, não deverá ser ela merecedora de mais carinho?

Belo Horizonte, 04 janeiro 2000

8 comentários:

Pelos caminhos da vida. disse...

Vim agradecer o prazer de ter tido sua visita em meu blog, obrigado.

Uma boa semana.

beijooo.

Valéria disse...

O que importa é o conteúdo, certamente!

BeijooO'

Daniel Savio disse...

Sempre há misterio, mesmo em palavras tão conhecidas...

Fique com Deus, menino Cadinho.
Um abraço.

Ana Paula Duarte disse...

A gente busca tanta coisa, que no fim acaba perdendo o foco.
Há se ter cuiado sempre!
Boa semana Cadinho!

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

"...entender as revelações que devem estar sempre na busca das nossas buscas."

Buscar sempre mas de olhos bem abertos...

Quanto ao chope,apesar de não ser uma degustadora acho mesmo que o que vale é o que o copo contém quento a forma do mesmo...

Um beijo!


Sonia Regina.

Bruna carolina disse...

oi cadinho! obrigada por passar no meu blog e ainda ter o carinho de comentar! valorizo muito isso nos contatos!
e qtu ao post, é por isso que eu tomo toddynho, num tem frescura nenhuma e já vem até com canudinho!
hahahhah
bjo

JuJu disse...

Não conheço Grussai, vai que por lá existem coisas tão bonitas como as que vejo em Luís Correia, só que a seu próprio modo... Gostei do texto do professor Carlão, você arrasa sempre, Cadinho!
...
Passe lá no meu blog e deixe seu comentário!!!

Desnuda disse...

Ih..Fiquei danada de vontade de conhecer Grussaí... E quanto ao chope..è isso aí, Cadinho!


Beijos e boa semana

PS: lindos os quadros....