Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

quinta-feira, 22 de abril de 2010

CALDO DE CANA

O pitoresco está em todo lugar

CALDO DE CANA

Em São João da Barra resolvo tomar caldo de cana, senhor diz que está preocupado. São as contas que precisam, segundo ele, serem vistas e revistas. Mas está tudo bem, liga a máquina espreme o caule para obter da cana o caldo e observa haver diferença entre o sol de verão, do que surge no inverno. Estamos no outono, ele concorda, mas diz que o sol do inverno é mais "duro" do que o do verão. Mais pesado, mais carregado.

Moço percebe minha atenção diante de constatação tão surpreendente e sugere que eu observe porque é assim mesmo. Enquanto isso aprecio caldo de cana geladinho, ele completa o copo com mais um pouco de caldo que resta e constata estar a vida cada vez mais atingida por novidades a sempre desafiarem a nossa imaginação.

Grussaí, 22 abril 2010

SER SEU


Seu ser

Mulher

Emana

Carícia.

Ser seu

Em meu

Desejo

Quieto.

Seu ser

Eu gesto

Abstrato.

Ser seu

Eu você

Sonho.


Belo Horizonte, 02 janeiro 2001


12 comentários:

Isadora disse...

Aqui, no Rio de Janeiro, caldo de cana é um clássico!
Um beijo

Taia Assunção disse...

No Mato Grosso também não falta cana e muito menos caldo de cana. Vim retribuir a visita. Abraço!

Lilá(s) disse...

Não conheço, nem nunca ouvi falar mas, gosto sempre de aprender.
Bjs

Gustavo Rangel disse...

Só faltou o pastel Cadinho, para completar o saboroso petisco que é visitar seu blog.
Abs!

LuLu disse...

Meu pai sempre fala que o Sol de Inverno é mais perigoso, por estar mais baixo.
Quem está na rua todos os dias sente. Nós que muitas vezes não trabalhamos sob sol e chuva não nos damos conta e fazemos a nossa vida, dia após dia.

Nunca experimentei o caldo. Sempre preferi comprar na rua, milho com alguma manteiga. Serão gostos? Costumes? Sou Portuguesa que viveu no Brasil, que sei eu dessas vidas?

Um beijo

Fabrício Santiago disse...

Nada como um caldo de cana para avivar a imaginação...
****
Oh, atualizei O Vingador de Lampião (PARTE 5) Aguardo seus comentários.
****
abraços

Desnuda disse...

Cadinho

caldo de cana é uma delícia e seu poema é bonito!

Um beijo.

Antônio Lídio Gomes disse...

Não teve o pastel, mas teve o poema.
Isso é bom!
Abraços afetuosos.

ONG ALERTA disse...

Sonhar é tudo de bom e apreciar um caldo de cana...puro prazer...paz.

Ana Maria disse...

Uma delícia o caldo de cana!
Por aqui sempre se encontra carros parados em pontos fazendo vendas de caldo de cana.
Bem geladinho, é irresistível!
Beijinhos de caldo de cana!

Fabyflor disse...

Nossa que blog legal!
Aqui no Rio caldo de cana e pastel é MARA!

Daniel Savio disse...

Cadinho, não é só ele que tem de rever as contas a pagar, nós também temos de ver isto...

Cara, cada mulher tem o seu encanto especial...

Fique com Deus, menino Cadinho.
Um abraço.