Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

terça-feira, 17 de agosto de 2010

PELO ENTENDIMENTO

Podemos tanto atrair o bem quanto o mal

PELO ENTENDIMENTO

João da Barra faz questão de lembrar do quanto é importante estarmos sempre acessíveis aos espaços que nos são permitidos, sobretudo para que possamos crescer e propor crescimento a quem quer que seja.

Assim é que João da Barra ao manter contato com Batistão passa pra ele posições por vezes divergentes, mas que nem por isso eliminam a possibilidade do diálogo. Por força da compreensão é possível que consigamos alcançar a dimensão do entendimento de maneira por demais saudável. Agora, quando o que buscamos é o conflito e só o conflito, aí não conseguimos outra rota que não seja a da discórdia.

Belo Horizonte, 17 agosto 2010

FORA DE PROPÓSITO

Diz ter brigado com Deus. Afirmação grave, gravíssima. Por isso mesmo é que o motivo passa a não ter tanta importância. Evidente tratar-se de singular inconformismo que poderá também ser reflexo de alma egoísta e não menos obtusa. Uma coisa puxa outra.

Em princípio, ninguém tem capacidade de brigar com Deus, pelo simples fato de não poder tê-lo como adversário. Deus está acima do bem e do mal, tal como está acima do contra e ou a favor.

Por questão de evidência, não creio no ateu. Não percebo como acreditar em quem não acredita. E o mundo está repleto de registros deixados por pessoas que passam vida toda negando Deus, para à margem da morte mergulhar na prece a pedido de clemência. Isso sem contar com os que sequer tiveram chance, ou tempo, de dar trato à consciência.

Depois, a vida torna-se toda atravancada e o fulano, indignado, vai dizer que Deus não ajudou. E a gente ainda tem que ouvir e incluir em nossas orações pedido de paciência ao Pai que, francamente, tem que tolerar cada coisa. O Cristo tem mesmo razão ao dizer: “perdoe Pai, eles não sabem o que fazem.”

Belo Horizonte, 25 abril 2003

9 comentários:

Amélie Bouvié disse...

Sempre com belos escritos.
Boa noite, querido!
Beijos.

Luís Coelho disse...

A isto chama-se livre arbítrio.
Muitas vezes escolhe-se o mal porque as suas cores são mais sedutoras e os prazeres convidativos e provocantes.
O bem não é só não fazer o mal. Evitar erros e desejar as coisas que os outros conseguiram.
O bem exige que nos doemos aos outros em atenção, respeito, carinho.
O bem exige que respeitemos a natureza e a cultivemos com amor.
O bem exige que demos as mãos e o coração e não fiquemos parados com palavras bonitas e frases feitas.

Valéria Sorohan disse...

Cadinho, concordo com vc, muitos dizem ser ateus, mas na hora do sufoco, apelam sempre a Deus.

BeijooO, querido!

Daniel Savio disse...

Quando se abre o dialogo, sem a possibilidade de ambos ganharem...

Deus é um conceito acima do que imagianmos ser ele.

Fique com Deus, menino Cadinho.
Um abraço.

Ju Fuzetto disse...

Belissimoooooo, adorei!!

Boa semana, beijo

Merlaine Garcês disse...

Olá Cadinho!
Retribuindo sua visita!
Obrigada e volte lá sempre!

r i t a disse...

o problema é que eu o amo muito mais que ele a mim.

inês disse...

obrigado pelas palavras!
tentarei fazer isso, sim :)

Mary disse...

Olá Cadinho!
primeiro obrigada pela tua visita no meu blogue. Depois, que eu tive oportunidade de conhecer teus pensamentos através do teu blogue e te dou meus parabéns. Muito interessante teu blogue.
Bjs