Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

quinta-feira, 30 de junho de 2011

BAR DO QUEIJINHO

Lugar bom é aquele que nos faz bem

BAR DO QUEIJINHO

Batistão andou sumido, encontro-o no Bar do Queijinho, Posto Brasa. Av. Pelinca, Campos dos Goytacazes. No Bar do Queijinho a Mesa da Benção, enorme, madeira maciça, dois bancos compridos e dispostos para a benção da comunicação, convívio, troca de idéias. Que sejamos todos abençoados pelo ambiente proposto pelo Queijinho.

Batistão diz estar com muito trabalho, Porto do Açu em pleno progresso, de São João da Barra prefere dizer nada. Numa espécie de recomendação diz que prefere deixar que o sanjoanense se entenda porque quando a resistência à compreensão é muita, melhor deixar que ela exubere sua força até quando não tiver mais como sustentá-la.

Grussaí, 30 junho 2011

PERPLEXO

Não sei dizer por que é que as coisas acontecem como acontecem, mas sei que acontecem. E não são poucas as coisas que acontecem em direto desafio ao nosso acreditar.

Quando aquele senhor dito professor sei lá do quê, afirmou ser Deus dependente de nós ao invés de dependermos Dele, fiquei atordoado. Para justificar, explicação ainda mais insana ao meu perceber. Para o tal professor, Deus depende de nós porque somos nós que divulgamos propagamos Sua existência.

Ora, ora professor. Além de manifestar enorme pretensão, o que percebo é uma total inversão de valores ao conceber que Deus necessita da nossa divulgação para Ser o que É.

Quando insisto em querer ir para o mar, é justo por não suportar mais o que para mim alcança a hipocrisia. O mais curioso é que ouvi isto do tal professor, que não sei mesmo quem é, em pleno curso para Ministros da Eucaristia da Igreja Católica. Fiquei perplexo.

Belo Horizonte, 05 junho 2008

3 comentários:

Vinicius.C disse...

Olá meu amigo!!

Passando para deixar o meu abraço e desejar a vc um ótimo inicio de noite!

Quero agradecer seu carinho!

Espero por vc no Alma!

Van disse...

Ai ai ai

homem quando pensa que está próximo de Deus tem a mania de achar que se apoderou do poder Dele. Mas Deus entende esta pequenez.

Adoro suas visitas, Cadinho

Um beijo!

Artes e escritas disse...

Uma boa noite, um fato bastante curioso esse que você narra. Um abraço, Yayá.