Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

quarta-feira, 1 de junho de 2011

PAUL EM GRUSSAÍ

Em Grussaí tudo pode acontecer

PAUL EM GRUSSAÍ

Só agora recebo notícia a mim passada por Batistão, que foi quem trouxe Paul Mc Cartney a Grussaí. É isso mesmo.

Paul Mac Cartney esteve em Grussaí porque precisava conhecer João da Barra cuja fama não respeita fronteira.

Tudo aconteceu quando Batistão foi procurado para viabilizar o tal encontro. Só que Paul não queria perder a oportunidade de conhecer Grussaí e foi dentro dessa pretensão do músico compositor inglês é que tudo foi devidamente ajustado. O propósito era não atrair atenção de ninguém e Batistão assim aceitou e assumiu promover o tal encontro.

Paul passou dia inteiro em Grussaí, passeou pela praia de Chapéu de Sol, conheceu o Pontal de Atafona e transitou por algumas ruas em Grussaí. Tomou cervejinha no Bocão e ganhou Painéis Cadinho RoCo, óleo sobre telas, de João da Barra que gostou muito da visita.

Batistão, pra completar, levou Paul às obras do Porto do Açu, mas diz que o moço gostou mesmo foi de conhecer João da Barra que passou pra ele pensamento que impressionou muito o tão famoso artista.

João da Barra disse a Paul que “na vida da música a eternidade substitui a morte quando o artista compositor consegue concebê-la pela pureza da arte”.

Grussaí, 01 junho 2011

DA CHINA

Agora sim faço uso do meu guarda-chuva grande enorme automático e cinza reluzente e no interior eis que apresentando-se com estampado azul-marinho bastante interessante.

Acordo cedo e ouço o barulho da chuva. E daí? Saio para comprar pão sem qualquer problema. Tenho o meu guarda-chuva e lá vou eu com ele à padaria.

Mas onde foi mesmo que perdi aquele outro guarda-chuva portátil e que serviu-me por tanto tempo? Chega a ser intrigante tal sumiço, até porque é sabido haver essa circunstância por demais relacionada aos guarda-chuvas. Eles somem como que por encanto. Por isso mesmo é que em tempos de chuva, surgem ambulantes de todos os lados oferecendo vendendo guarda-chuvas agora vindos da China, em surpreendente quantidade.

Belo Horizonte, 20 janeiro 2008

3 comentários:

FABIOTV disse...

Olá, tudo bem? Meu guarda-chuva arrebentou na últiam tempestade... É aquele que custa 10 reais.. Beeem vagabundo.. Abraços, Fabio www.fabiotv.zip.net

Giane disse...

A Arte é capaz de unir pessoas de diversas culturas e lugares pois fala uma única língua. A língua que expressa Beleza, Inspiração, Verdade, Esperança e Amor.

Beijos mil, Cadinho!!!

Renata Diniz disse...

É verdade. Perder guarda-chuvas ou sombrinhas é a coisa mais fácil de acontecer. Eu entro neste time também. Mas, na última tempestade dei-me ao luxo de comprar uma sombrinha por um bom (alto) preço. Espero que a qualidade da sombrinha esteja à altura do preço que paguei por ela! Abraços.