Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

sábado, 10 de setembro de 2011

COMODISMO

Não dá pra simplesmente aceitar tudo

COMODISMO

No Brasil da corrupção eis que surgem manifestações indignadas com o que acontece no cenário político nacional e direi estaduais, municipais e distrital também.

João da Barra lembra que em São João da Barra, bem na sede do município, existe placa recomendando que veículos diminuam velocidade por ser aquela rua transitada por bêbados. A placa mostra que a população não se constrange com os bêbados locais e nem tão pouco age no sentido de ao menos inibir, ou desestimular, o número de bêbados existentes no município. E João da Barra traz essa lembrança para mostrar que nós humanos temos certa tendência ao comodismo diante de certas constatações propostas pela realidade. Assim é que bêbados e políticos corruptos em muitos lugares são tratados até com algum humor a de uma certa maneira estimular o corrupto a corromper mais, seja político ou não, e o bêbado a beber mais, seja lá quem for.

Belo Horizonte, 10 setembro 2011

SONHOS

Sonhos tantos sonhos. Palavras para o amanhã que está sempre em outro amanhã. Vontades perdidas em encontros distantes e abstratos. São sonhos acordados por projeções pretendidas e buscadas por investidas tantas. Do que eu podia resta esta lembrança desfeita em novas andanças feitas por novos sonhos tão vagos e leves a dizerem de silencioso inconformismo com o que de longe vem para tão perto deste estar tão afastado de tudo.

Mas é que as coisas todas continuam num suceder tão dinâmico e alucinado que só de percebe-las dá para sentir o tudo que passa por elas.

Tantos enganos hoje revelados!

Tantas ilusões hoje denunciadas!

Sonhos tantos sonhos a servirem de amparo a esta realidade assim tão adormecida em mim.

Belo Horizonte, 20 setembro 2008

2 comentários:

Simone MartinS2 disse...

Boa noite...e como é bom sonhar, mas se puder realizar, melhor ainda...abraços

Helinha disse...

Pois é...

É justamente esse o perigo do comodismo... Vamos nos acostumando com tudo e achando tudo muito natural! E não deveria ser...

Beijos!!