Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

sexta-feira, 29 de junho de 2012

PELA TRILHA DA FÉ


Na fé um mundo de sutilezas
PELA TRILHA DA FÉ
     Por que não investir na fé? Acordo com este pensamento em meu coração justo quando percebo estar no dia dedicado aos apóstolos Pedro e Paulo. Dois personagens fortíssimos da implantação do cristianismo e que trabalharam de maneira exaustiva a fé em seus corações. Pedro então, que conheceu pessoalmente e caminhou com Cristo, apesar da proximidade precisou de muita paciência do próprio Cristo para crescer na fé pura, naquela fé que não burla nosso propósito em por intermédio dela amadurecer, sobretudo, na espiritualidade.
     A fé não é algo que se adquire da noite para o dia e nem tão pouco algo que se dispõe ao nosso domínio. Isso porque a fé nos coloca diante dos nossos próprios delírios, dúvidas, ambições e atos a nos induzirem à vaidade e ao orgulho. A fé então age como espécie de filtro, ou de captadora da nossa identidade para que, a partir daí, possamos ter mais noção do que somos para sermos então realçados por ela que não brinca em serviço.
     A fé não tem nenhuma relação com a mentira, muito antes pelo contrário.
Belo Horizonte, 29 junho 2012  
EXPOSIÇÕES DANOSAS
     Sei de gente que faz tudo para aproveitar a menor das ocasiões. Sei de gente que resolve assumir posição de escritor(a) quando a situação se faz oportuna, apesar de não haver compromisso com o escrever. Mas tudo pela oportunidade de aparecer, de se mostrar, de conquistar lugar, pequeno que seja, numa emissora de rádio ou televisão.
     Para quem quiser saber, sinto saudade vontade sim de voltar ao mundo da comunicação, mas dentro de postura profissional saudável. Do contrário prefiro observar de longe o festival de vaidade e bestialidade, comportamentos assumidos por quem se expõe tanto ao ridículo por tão pouco.
Belo Horizonte, 04 agosto 2011 

4 comentários:

Carla Ceres disse...

Por falar em fé, estou muito contente com a beatificação da Nhá Chica, de Baependi - MG. O Papa reconheceu um de seus milagres. Se você nunca ouviu falar dela, Cadinho, vale a pena pesquisar na internet. Foi uma pessoa iluminada. Abraço!

Cris disse...

aí Cadinho,
cheguei aqui por um relâmpago, rs;
mas já te conhecia através da Catiaho, minha amiga.
Cadinho, não sei se trilho pela fé. Às vezes acho que sim, que não. Ter fé é para os iluminados, aqueles tocados pelo mistério e sabem algo mais que eu.
Mas tua pergunta ficou retumbando: por que não investir na fé?
pensei se a resposta estaria justamente por hoje à noite eu acender uma fogueira a São Pedro ...
um abraço!

✿ chica disse...

Eu tenho fé.Por vezes fica abalada, mas volta a crescer.É preciso acreditar,né? abração,lindo fds!chica

Luciana Santa Rita disse...

Oi Cadinho,

Tudo bem? A fé é exercício, pois as vezes se enconde e temos que continuar e não desistir de caminhar.

Desejo um bom final de semana!

Lu