Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

sábado, 14 de julho de 2012

LIBERTANDO


Bom mesmo é estar livre
LIBERTANDO

Na vitrine dos meus sonhos
Passeiam insinuações diversas
Sinto momentos risonhos
Ocasiões pra lá de prazerosas.
Na realidade dos fatos
Passo por várias emboscadas
Supero instantes medonhos
Grato por reações tão abençoadas.
Hoje acredito no agora
Que age em favor da busca
Que de dentro pra fora
Rompe a resistência da casca
Libertando o viver de toda hora
Que tanto nos empaca.

Belo Horizonte, 14 julho 2012
SEM EDUCAÇÃO NÃO DÁ
     Quando falta educação, eis que ficamos expostos a consequências por demais surpreendentes. Isto porque pela falta de educação não existe reconhecimento de nada, gratidão alguma, nenhuma perspectiva de se fazer com seriedade e prudência seja lá o que for. Pela falta de educação o planejamento não brota e o improviso não vinga em nada que possa ser pertinente ou promissor.
     Não há alento na falta de educação e nem tão pouco estabilidade emocional, ou até mesmo comportamental. A falta, ou a má educação impõe a necessidade de afirmações indevidas, sombrias e totalmente ignorantes naquilo que refere-se ao que assumem sem saber o que de fato estão assumindo. Na falta da educação eis que surge o calote, o cinismo, a falta de percepção de conduta razoável, a corrupção de valores essenciais ao crescimento e à dignidade humana.
Belo Horizonte, 14 outubro 2011

8 comentários:

MA FERREIRA disse...

Ola Cadinho...

Compartilho das suas ideias a respeito da educacao..
Pena que nossos governantes tenha outras preocupacoes...talvez nao tao dignas..

Amei teu poema..
Um bj..bom final de semana a vc!!

Renata Diniz disse...

Por vezes, carecemos de resgate da liberdade tolhida pelas convenções sociais. Ainda que não sejamos a elas ligados, elas nos pressionam. Ótimo fim de semana. Abraço!

Mônica disse...

Cadinho
A falta de educaçao esta me deixando inquieta.
Será o que que esta acontecendo com o equilibrio das pessoas?
com carinho MOnica

Luciana Santa Rita disse...

Oi Cadinho,

Tudo bem?

O texto é muito bom, pois permite um olhar sobre a liberdade que transforma.

Quanto a educação, só ela é capaz de minimizar o ópio da irracionalidade.

Lu

Dorli disse...

Olá Cadinho!
Seus escritos são emocionantes, próprios de quem viveu e vive intensamente cada gota de vida e você no da de presente a brisa das suas poesias e o orvalho da lindas pinturas. Sempre digo: que tem o dom de pintar é um ser abençoado por Deus.
Se você quiser que eu o siga é só pedir e, mesmo não pedido aqui estarei para comungar tamanha beleza.
Também sou mineira e tenho uma personalidade muito forte, tenho alguns escritos pesados que até tiraram do ar. Mas ninguém me tira nada e elas voltaram, mas também tenho um coração que foi flechado pelo amor: amor à vida que o transfiro nos meus escritos.
Obrigada pela visita.
Lua Singular

Dorli disse...

Olá Cadinho!
Você é uma pessoa incrível, seus escritos são emocionantes e a cada escrito nos presenteia com uma gota do seu viver e uma brisa estonteante nos envolve a cada leitura.
A poesia é linda, cheia de amor e o escrito logo abaixo é a realidade da má educação que é dada aos filhos de hoje, ou seja, que tudo pode e a "leizinha" que os garotões só podem trabalhar após os dezesseis anos, uns dos vícios que eles aprendem com muita facilidade é a falta de educação.
Como não nasci nesse tempo, comigo niguém falta com o repeito, pois doa a quem doer, engole sem água essa falta de educação.
Se você quiser que o siga, por favor, se manifesta, mas mesmo não seguindo-o vou aqui fazer meu ninho à apreciar seus quadros e "degustar" suas poesias.
Obrigada pela visita
Lua Singular

Dorli disse...

Olá Cadinho!
Você é uma pessoa incrível, seus escritos são emocionantes e a cada escrito nos presenteia com uma gota do seu viver e uma brisa estonteante nos envolve a cada leitura.
A poesia é linda, cheia de amor e o escrito logo abaixo é a realidade da má educação que é dada aos filhos de hoje, ou seja, que tudo pode e a "leizinha" que os garotões só podem trabalhar após os dezesseis anos, uns dos vícios que eles aprendem com muita facilidade é a falta de educação.
Como não nasci nesse tempo, comigo niguém falta com o repeito, pois doa a quem doer, engole sem água essa falta de educação.
Se você quiser que o siga, por favor, se manifesta, mas mesmo não seguindo-o vou aqui fazer meu ninho à apreciar seus quadros e "degustar" suas poesias.
Obrigada pela visita
Lua Singular

Dorli disse...

Olá Cadinho
Dessa vez exagerei: estou com sono e perdi o rumo dos comentários repetitivos.
Desculpe-me
Lua Singular