Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

FUGINDO DA DESCRENÇA


Precisamos estar atentos à nossa fé
FUGINDO DA DESCRENÇA
     Quando a gente perde a esperança seja lá do que for, fica difícil acreditar, ou manter a luz da fé acesa sobre aquilo. E isso acontece por vários motivos que culminam na descrença. E ficar exposto à descrença não é bom, porque quando deixamos de acreditar seja lá no que for, passamos a colocar nosso espírito de fé exposto a ameaça não menos nociva.
     Diante dos acontecimentos confesso ter sim muita dúvida sobre o que hoje poderia dar a mim respaldo financeiro. Faço trabalho duro, mas até aqui não obtive nenhuma resposta daquilo que tem sido motivo de forte investimento meu. Saio do comodismo para o incômodo que é não estar com situação financeira capaz de atender às mais que necessárias despesas que não tenho como deixar de assumir. Minha sobrevivência então fica exposta a ameaças constantes, insônias infindas, raciocínios que pressionam minha fé.
     É hora de, por mais uma vez concluir que creio na graça de Deus para que tudo se ajeite.
Belo Horizonte, 28 dezembro 2012  
TENHO DITO

Conversa de amigo
Amigo de conversa
Amigo do amigo
Conversa da conversa.
O dito pelo dito
O dito pelo não dito
O dito do dito
O dito do não dito.
A conversa
No amigo
De conversa.
O amigo
Na conversa
De amigo.
Belo Horizonte, 20 março 1999

3 comentários:

Rita disse...

♥¸.•**•.¸ ¸.♥♥¸.•**•.¸ ¸.♥♥¸.•*
Olá boa sexta feira, chegando o final
de ano, eu vim deixar um abraço, elogiar seu Blog mais uma vez, e dizer que em 2013, espero que nossa
amizade continue assim com muita alegria,um final de semana cheio de
felicidades pra você
Bjuss
Rita!!!!
¨`*• (¨`•.•´¨) ♡ .•*

Aline Teles disse...

Bela postagem. Quero desejar um feliz ano novo para você e sua família. Que seja um ano de muitas realizações e felicidades. Que tu tenhas muitos motivos para sorrir e festejar. Beijinhos.

Aline Teles disse...

Errata: muitas felicidades.