Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

quarta-feira, 20 de março de 2013

SALVE O PAPA FRANCISCO



Gostei do jeitão tranquilo do Papa Francisco

SALVE O PAPA FRANCISCO

     Quando fiéis consultaram o Cardeal Jorge Mário Borgeglio sobre ida ao Vaticano para acompanhar trabalho do conclave o Cardeal ponderou sugerindo que usassem dinheiro da viagem no amparo aos pobres da Argentina. Demonstração ímpar da sensibilidade desse Cardeal hoje Papa Francisco.

     Pra quem diz ser Deus argentino, por força do novo Papa nascido na Argentina, digo ser Deus também brasileiro. O Papa vindo da Companhia de Jesus, fundada por Santo Ignácio de Loyola, optou por ser chamado de Francisco. Imagine se ele viesse a ser tratado por Papa Ignácio? O que seria de nós brasileiros tendo de aguentar a empáfia do político brasileiro Inácio que em muitas ocasiões só falta dizer que é o próprio deus?

     Decididamente Deus também é brasileiro e nos poupou dessa situação.

Belo Horizonte, 20 janeiro 2013

COISAS DA VIDA

     Tentar eu tentei. Tudo pela curiosidade. De repente, veio o propósito de conhecer a dona Vilma. A tarde oferecia clima para a atitude em forma de decisão.

 Escolhi com todo zelo, uma gravata própria para a ocasião. Nem tão sóbria, nem tão espalhafatosa. Tudo pronto, dei fumo ao meu cachimbo e saí pelas baforadas seguras de uma ida sabedora do seu destino.

     Na recepção, anunciei meu propósito ao porteiro. Eu queria estar com a dona Vilma. De pronto, fui convidado a aguardar por alguns instantes. Não cheguei a esperar muito. Para meu espanto, a dona Vilma simplesmente não apareceu.

     Uma vez recebido por um cavalheiro que deixou-me perfeitamente à vontade, cheguei até a esquecer da existência da dona Vilma. O que foi ótimo. Até pela aversão que tenho ao amargo sabor do desgosto. 
Belo Horizonte, 25 janeiro 2000

Um comentário:

Célia Rangel disse...

Também gostei da simplicidade e autenticidade do Papa Francisco. Que ele consiga realizar boas obras.
[ ] Célia.