Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

sexta-feira, 3 de maio de 2013

DESAMOR


Série Cadinho de Prosa dos Folhetos Cadinho RoCo
DESAMOR
     O amor é o maior e o mais eficaz agente de expansão que atua sobre o nosso viver. Isso vale dizer que sem amor potencializamos nossas limitações por força do que passa a exigir de nós atitudes mais abrutalhadas e restritas a interesses de momento.
     Quando dos noticiários surgem ocorrências de assaltos, furtos, assassinatos e todo tipo de violência não chega a ser difícil perceber o quanto se faz confusa realidade que estamos nela. E isso se deve à ausência de amor em nosso cotidiano. O que então nos permite concluir que o desamor, ou a ausência do amor, mata e mata muito mais pessoas do que podemos imaginar.
     Razão para que brote daqui tese de que a maior causa morte hoje Brasil afora é a falta do amor de uns para com os outros.
Belo Horizonte, 03 maio 2013
VESTIDO
     É domingo. Rua Fernandes Tourinho. É manhã. É Belo Horizonte.
     Vestido amarelo, comprido e leve. Faz calor. Folhas secas no chão daqueles passos. Cabelo loiro e curto.
     Não fui a Raposos, mas o vento parece vir de lá. Ela passa silenciosa e atenta.
     Desaparecemos um do outro. Mas ela com o seu vestido amarelo permanece como o sol na manhã do meu pensar.
Belo Horizonte, 27 agosto 2000

3 comentários:

Aleatoriamente disse...

Cadinho, teu jeito poético é muito interessante.
Amei o texto.

Beijinho

Célia Rangel disse...

Um vento... uma lembrança... um poema... ingredientes certos de felizes mentalizações!
Abraço, Célia.

Lylian Boiteux disse...

Obrigada pela visita ao meu blog.Gostei do seu blog com lindos textos.Seguindo! Abração, Lylian