Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

segunda-feira, 22 de julho de 2013

MUDANDO

Série Cadinho de Prosa dos Folhetos Cadinho RoCo
MUDANDO
     Mudo emudecido pela necessidade de pensar no agora desse instante que busca outro novo caminhar. É que quero viajar, sair por aí propagando o que faço, vendendo o que tenho pra vender, comprando o que tenho pra comprar.
     Só que agora não tenho sequer como pensar em comprar nada. Por isso é que mudo rumo da prosa pra que assim esse prosear encontre freguês que preciso encontrar.
     O Papa Francisco vem ao Brasil que parece tão mudado daquele País antes tão pacífico. Expectativa de manifestações diversas, protestos ensaiados por razão diversa em meio aos noticiários completados por entrevistas a mostrarem apreensão por parte de autoridades perdidas em seus próprios atos.
Belo Horizonte, 22 julho 2013
A ESMOLA
     O interessante foi perceber o quanto eu não sabia fazer aquilo. Algo tão simples e ao mesmo tempo tão negado. O hábito da recusa atrofiou o gesto, capturando de mim sentimento e sensibilidade.
     Ter e não ter. Ter e não dar. Em resposta, a doação do repúdio a deixar paladar e coração secos. Depois, o esquecimento, a distração e a conseqüência vinda de outra direção, criando espanto, mistério e incompreensão.
     Era uma anciã. Ela queria comer um pastel. Pessoa simples, feição sofrida, semblante de abandono. Ela estendeu a mão frágil e com voz enrugada, pediu-me esmola para saciar sua fome. Dei a ela minhas moedas. Dela recebi a graça de arrancar-me da miséria. Ela saciou a sede do meu paladar e do meu coração.
Belo Horizonte, 20 junho 2001



4 comentários:

Ricardo- águialivre disse...

Bom dia

Dois temas distintos mas análogos.

No dar estará a boa sensação do receber

Gostei muito de ler Abraço
**************************
http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

Ritinha disse...

Bom dia!!!!
Vamos esperar que a vinda do Papa traga algo novo, minimizando um pouco a miséria já tão presente a muitas pessoas.
Que traga algo e leve consigo a certeza do dever parcialmente cumprido, pois um todo somente com a vinda de um novo Jesus... e mesmo assim seria dificil salvar muitas pessoas.
bjs
Ritinha

Carla Ceres disse...

Eu gosto desse novo Papa. Bem mais simpático do que o colega alemão. Abraço!

Luma Rosa disse...

Oi, Cadinho!!
Precisamos de um mundo mais solidário! Quem sabe o Papa consiga tocar corações e que depois que ele for embora, a fé continue como elemento de impulso para ações fraternas e que não seja somente exclusiva para as salas de "estar" das igrejas.
Beijus,