Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

CHICANAGEM

Série Cadinho de Prosa dos Folhetos Cadinho RoCo
CHICANAGEM
     Há uma distinção total entre o bem e o mal. Só não percebe isso quem não quer, seja lá por qual motivo for.
     O bem não tem a menor necessidade de esquiva, de criar situação artificial, de partir para o malabarismo da retórica ida do nada para o lugar nenhum. Já o mal necessita de subterfúgios, de chicanas a darem voltas e mais voltas sobre mesmo tema, na clara intenção de confundir o bem que da síntese mostra pra que veio.
     Ao mal cabe a difamação, o cinismo, a representação esdrúxula do culpado que se faz de vítima.
     Ao bem a determinação simples e direta de quem não tem o que esconder.
Belo Horizonte, 22 agosto 2013
DIUTURNO

O ruído
É de trem.
Se tem ruído
Tem um trem.
A velocidade
É escura
Nos trilhos
Da noite.
Vago pensar
Passar de vagões
Divagações.
Passa o trem
Vindo de não sei onde
Indo para não sei onde.


Belo Horizonte, 08 setembro 2001

6 comentários:

Kika Lover disse...

Obrigada :)

Ritinha disse...

Olha Cadinho, bem por ai, o mal é o cinismo puro, que temos saber como lidar, tão diferente do bem, que é feito sem esperar nada em troca, se fez, fez pq desejou fazer.
Você foi excelente nas definições dessas sentimentos.
bjs
Ritinha

Carla Ceres disse...

Gostei muito do poema do trem, Cadinho. Abraço!

Célia Rangel disse...

Esse é um país que vive de "chicanagens"... Ah! A nossa "alta cúpula"...
Abraço, Célia.

Audrey Deal disse...

Todos nós temos um lado bom e um mau, disso tenho a certeza :D

maria inês. disse...

r: oh se é !