Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

CONVERSANDO

SÉRIE XAMÃ dos Folhetos Cadinho RoCo
CONVERSANDO
     Ensaio conversa mais objetiva com Xamã que começa a entender que nem sempre poderei estar com ele. Tenho compromissos fora de casa a não permitirem ida do cão comigo. Fora isso preciso esperar por pelo menos quatro meses de vida dele para que possamos, com segurança, sair de casa. Antes disso Xamã exige cuidados domésticos e expô-lo às vias públicas é atentado à sua saúde.
     O jovem Xamã é astuto, concorda com o que digo sem, no entanto, esconder sua energia e vontade de sair por aí.
     Vida é assim mesmo Xamã, nem sempre dá pra gente fazer o que quer.
Belo Horizonte, 23 dezembro 2013
DESPIDO



Foi gesto escondido
Guardado em segredo
Deixado para depois
Ou silenciado para sempre.
Foi atitude mansa
Sombra de intenção
Sinal de propósito
Ou só provocação.
Foi dia que passou
Entre acessos
Bloqueados.
Foi sonho
Da fantasia
Que despimos.


Belo Horizonte, 25 novembro 2002

6 comentários:

Célia Rangel disse...

Estou adorando esse seu diálogo com Xamã! Feliz Natal a ambos!
Abraços natalinos.

Carla Ceres disse...

Acabei de ler o comentário da Célia. Pelo jeito, já somos duas no fã clube do Xamã. Boas Festas, Cadinho! Feliz 2014!

Laura Santos disse...

Xamã vai ser um grande príncipe e um valioso companheiro, sempre!
Outro belo poema, Cadinho.
Feliz Natal!
xx

Marilu disse...

Que neste Natal os anjos desçam do céu e iluminem o seu sorriso para que ele se torne tão sincero quanto o sorriso de uma criança. E que você transmita a paz e o amor a todos aqueles a quem mais ama. Tenha um lindo e abençoado Natal. Beijokas

LUCIENE RROQUES disse...

Agradeço tua visita e as palavras em minha página, seja sempre bem vindo; desejo a você e todos os teus, um excelente final de ano e um feliz 2014.
Um grande abraço!

printer reviews disse...

Acabei de ler o comentário da Célia. Pelo jeito, já somos duas no fã clube do Xamã. Boas Festas, Cadinho! Feliz 2014!