Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

terça-feira, 29 de abril de 2014

SEM FANTASIA

Série Xamã dos Folhetos Cadinho RoCo
SEM FANTASIA
     Existe uma turma por aí Xamã dizendo que está tudo ótimo e que vivemos os melhores dias. Não sou, por princípio, homem pessimista. Mas daí a ignorar um País que, a cada dia que passa é atingido por notícias de escândalos políticos inacreditáveis é um pouco demais. Ignorar a fragilidade do poder público diante do poder, cada vez mais evidente, de gente que se utiliza de cargos e do erário público para corromper chega a ser ato de um certo cinismo.
     Estamos diante de realidade a exigir de cada um de nós reflexão profunda do que é que de fato queremos do e para o nosso País.
Belo Horizonte, 29 abril 2014
AGIR IMPIEDOSO
     Em quatro anos, a geração de dez milhões de empregos para a população brasileira. Afirmação compromisso dito, anunciado e repetido com insistência em 2002 pelo candidato empossado  Presidente da República em 2003.
     Dez milhões de empregos para uma nação marcada pelo desemprego, ou seja, dois milhões e meio de empregos por ano. Promessa anunciada sob a égide da esperança remetida à crença popular. Depois de um ano, nada. Ao invés de empregos, o crescimento do desemprego. Mas, resta a esperança. Para 2004, sem querer exigir precisão de cálculos, a expectativa da geração de três milhões, trezentos e trinta e três mil empregos, para que somados a três anos alcancemos nove milhões, novecentos e noventa e nove mil empregos. Está bom assim. Mas será possível cumprir tão propagada promessa? Ou tudo ficará na dimensão de inocente equívoco?
     Última proposta de trabalho que recebi, queriam pagar-me com roupas. Empresa de âmbito nacional, com evidente respaldo do tão cultuado mercado. É assim que pensam e agem em favor da geração de emprego Taís?
    O Brasil não merece ser intoxicado por atos e falas tão irresponsáveis. Precisamos todos de pensar com mais critério o que representa a crença de cada um de nós, para que não votemos no interesse mesquinho em busca de oportunismos medíocres. A ânsia da vaidade em só querer o poder, é câncer que destrói vidas inteiras sem piedade.
Belo Horizonte, 01 abril 2004 

3 comentários:

Skyline Spirit disse...

pretty nice blog, following :)

Carla Ceres disse...

Oi, Cadinho! Gostei da Imagem do Dia. Abraço!

Bell disse...

oi Cadinho

Tem a turma dos Otimistas e a dos Pessimistas.
Mas acho que fazemos parte da turma dos Realistas, estamos vendo tantas coisas assustadoras, que faz com que a gente se questione sobre muitas coisas da vida.

bom diaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa =)